Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Saúde

Anvisa pede mais dados sobre CoronaVac para crianças de 3 a 5 anos

Foto: Jorge Mantilla/NurPhoto via Getty Images

O Butantan tinha pedido a liberação da vacina para a agência no dia 11 de março, mas a alteração na bula da CoronaVac foi solicitada pela agência para que a faixa etária de 3 a 5 anos também fosse atendida. No momento, o imunizante é autorizado para a população adulta e para crianças e adolescentes de 6 a 16 anos de idade.

Para uma possível autorização da aplicação da dose da vacina para as crianças dessa faixa etária, a Anvisa enviou ao instituto Butantan, na 5ª feira (14.abr), um ofício com o detalhamento de dados necessários que cumpram requisitos científicos e regulatórios, são eles:

  • Dados que demonstrem qual é a proteção conferida pela vacina Coronavac em população pediátrica após no mínimo 2 meses, idealmente após 3 meses, da vacinação completa com o esquema primário de 2 doses, em cenário de predominância da variante Ômicron;
  • Protocolo de estudo de efetividade da vacina Coronavac em população pediátrica no Brasil que inclua a avaliação da duração de proteção conferida pela vacina em população pediátrica;
  • Protocolo de estudo clínico para avaliação de imunogenicidade e segurança da terceira dose ou dose de reforço da vacina Coronavac em população pediátrica (todas as faixas etárias);
  • Dados integrados de segurança apresentados como suporte para esta solicitação de ampliação de uso, em um formato de um relatório único com a visão geral de segurança da vacina Coronavac para crianças de 3 a 5 anos;
  • Relatório clínico com os dados atualizados do estudo clínico de fase III (PRO-nCOV-3002-1), conduzido na China para avaliação comparativa de imunogenicidade em crianças e adultos;
  • Relatório clínico com os dados atualizados de eficácia, segurança e imunogenicidade, do estudo multicêntrico de Fase III, conduzido no África do Sul, Chile, Malásia e Filipinas, para avaliar a imunogenicidade, segurança e eficácia da vacina COVID-19 (Vero Cell), inativada (CoronaVac®?) em crianças e adolescentes de 6 meses a 17 anos.

Após Instituto Butantan analisar o ofício, fazer as correções e enviar os dados complementares, a Anvisa deu o prazo de trinta dias para avaliar se o uso emergencial da CoronaVac em crianças de 3 a 5 anos será autorizado.

Notícias relacionadas

Saúde

As unidades de saúde de Parnamirim realizam o dia D de multivacinação ao longo desta sexta-feira (17). O objetivo da campanha é garantir a...

Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), em parceria com as secretarias municipais de saúde, realiza o Dia D de vacinação contra a...

Cidades

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) Natal reinicia a vacinação contra a dengue para o público com idade entre 10 e 14 anos a...

Tecnologia

A Agência Nacional do Crime (ANC) do Reino Unido divulgou, pela primeira vez, no fim de abril, um alerta sobre os perigos de uma...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO