Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cidades

Semurb integra Projeto de Educação Ambiental em Saúde contra o mosquito Aedes aegypti

Foto:Divulgação

Com o objetivo de combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti , transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya, em todo o Estado, a Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) participa do Projeto Educação Ambiental em Saúde, idealizado pela Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), em parceria com o Consórcio Público Intermunicipal do RN (COPIRN) e com o Departamento de Entomologia da UFRN.

O projeto teve início em outubro deste ano e segue até março de 2023,  informando a população sobre os riscos de proliferação do mosquito e como combatê-lo. E está percorrendo 65 municípios do RN, que tiveram índices elevados de casos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, promovendo palestras, dinâmicas e oficinas com a população.

Além disso, a ação também estimula qualificação para os agentes de endemias e saúde. A técnica em meio ambiente e especialista em educação ambiental da Semurb, Janaina Rocha, está atuando efetivamente no projeto como mediadora das atividades desenvolvidas  explica como acontecem as atividades.

“Nós realizamos uma dinâmica denominada de “a teia”, na qual fazemos um diagnóstico do município, onde são relatadas todas as problemáticas que a cidade vem sofrendo em relação ao Aedes aegypti. Os agentes de endemias relatam as dificuldades que eles sentem no dia a dia e juntos vão buscar solucionar essas dificuldades. Então cria-se uma teia, que vai passando de um para o outro, até que o problema seja resolvido”, conta.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O projeto conta ainda com o apoio de uma carreta itinerante, permitindo a participação e integração da população de cada município visitado. “Dentro da carreta os visitantes realizam um passeio de interação com monitores de led, onde a cada toque de tela o visitante tem a oportunidade de conhecer as formas de combate à dengue e outras doenças causadas pelo vetor”, conta a educadora ambiental da Semurb.

“Há também um espaço para registro de memória, através de fotos que são impressas para que os  participantes possam levar para casa. E uma casa virtual demonstrando os riscos de proliferação do mosquito, e completando esse passeio pela carreta as crianças e adultos podem participar de um jogo de videogame”, finaliza Janaina.

Além de educadores ambientais, a iniciativa conta com a participação de agentes municipais de endemias, de saúde, da vigilância sanitária e da Defesa Civil, bem como de profissionais da saúde, educação, do meio ambiente e do saneamento básico e membros da sociedade civil de diversos municípios potiguares.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Cidades

O Brasil está se aproximando da marca de 3 mil mortes por dengue em 2024. Segundo dados do painel de monitoramento do Ministério da Saúde, até...

Brasil

A médica pediatra Laysa Lira morreu nesta segunda-feira (20) com suspeita de dengue, em um hospital particular de Teresina, no Piauí. A morte dela...

Saúde

As unidades de saúde de Parnamirim realizam o dia D de multivacinação ao longo desta sexta-feira (17). O objetivo da campanha é garantir a...

Cidades

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) Natal reinicia a vacinação contra a dengue para o público com idade entre 10 e 14 anos a...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO