Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Economia

Copa do Mundo deve injetar R$ 80 milhões no comércio do RN 

Foto: Reprodução/ABIH

Tradicionalmente realizada nos meses de junho e julho, ao final da temporada dos países europeus, a Copa do Mundo neste ano, no Qatar, acontecerá em novembro e dezembro, um trimestre que costuma ser agitado para a economia nacional, em especial para os setores do Comércio e de Serviços. O Instituto Fecomércio RN estima que, somente em Natal e Mossoró, R$ 80 milhões devem ser injetados na economia potiguar.

De acordo com pesquisa da entidade que revela a intenção de consumo durante a Copa, na capital potiguar a expectativa é de que seja injetado pelo menos R$ 70 milhões, enquanto na cidade do Oeste, haja um incremento de cerca de R$ 10 milhões.

Para o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, o cenário é de otimismo. “Teremos 6,5 mil contratações temporárias aqui no estado. Os empresários estão contratando 17% a mais que no ano passado porque estão acreditando que o aquecimento das vendas será bem superior. Com chegada de datas importantes como a Copa do Mundo e a Black Friday, estamos confiantes que teremos um período de ótimas oportunidades para os empresários e consumidores”, projetou.

Natal 
Segundo dados do levantamento, 62,1% dos natalenses pretendem ir às compras. Os produtos de vestuário e acessórios (87,9%) e alimentos e bebidas (26%) serão os de maior aquisição de quem mora na capital.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Os homens pretendem gastar mais nas compras, em média, R$ 150,00, enquanto as mulheres vão desembolsar o valor médio de R$ 138,74. A média de gastos do natalense será de R$ 144,32 por pessoa.

Quem pretende pagar com o cartão de crédito parcelado está disposto a gastar mais do que quem vai pagar as compras à vista. Essa diferença pode chegar a 25% entre os natalenses, se comparado aos consumidores mossoroenses.

Os locais de compra preferenciais para aquisição dos itens relacionados a Copa do Mundo serão lojas do comércio de rua (61,7%); seguidos dos shoppings (19,2%) e das lojas virtuais (13,3%).

Mossoró 
De acordo com a pesquisa do Instituto Fecomércio RN, 46,1% dos mossoroenses pretendem fazer algum tipo de aquisição. Vestuário e acessórios (77,1%), além de alimentos e bebidas (40,7%) serão os itens mais consumidos. O valor médio gasto por pessoa será de R$ 125,32.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Os homens pretendem gastar mais nas compras, em média, R$ 140,15, enquanto as mulheres vão desembolsar o valor médio de R$ 112,71.

Quanto aos locais que os consumidores devem fazer as compras, a previsão é que a maioria compre os produtos em lojas do comércio de rua (62,5%). As lojas online serão a escolha de 14,8% dos consumidores mossoroenses. Na sequência, aparecem as compras no shopping, com 3,7%.

Na pesquisa de Natal foram entrevistadas 608 pessoas, distribuídas proporcionalmente por região administrativa do município. Em Mossoró, a pesquisa abrangeu 500 pessoas.

A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos, com um nível de confiabilidade de 95%

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Cidades

Dois caminhões ficaram atolados na Av. Olavo Lacerda Montenegro, na cidade de Parnamirim, na Grande Natal, na manhã nesta segunda-feira (17). Os problemas no...

Polícia

Policiais prenderam em flagrante um homem, de 49 anos, durante uma ação de conscientização realizada no último sábado (15), alusiva ao Dia Mundial de...

Cidades

Policiais deram cumprimento a um mandado de prisão preventiva contra um homem, de 48 anos, investigado pela prática de perseguição e de reiterados descumprimentos...

Polícia

Policiais recuperaram um carro furtado na cidade de Caicó, no Seridó Potiguar, no sábado (15). Um Toyota Corolla, que havia sido reportado como furtado...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO