Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Brasil

João de Deus é condenado a mais de 109 anos de prisão por crimes sexuais

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

João Teixeira de Faria, mais conhecido como João de Deus, foi condenado, nesta quarta-feira (8), em mais três processos, que juntos ultrapassam 109 anos de prisão. O réu ainda foi condenado nas três ações penais a pagar indenizações por danos morais às vítimas em valores de até R$ 100 mil e segue em prisão domiciliar determinada pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goias (TJGO).

O médium já havia sido condenado em outros seis processos, por violação sexual mediante fraude, estupro de vulnerável e posse ilegal e irregular de armas de fogo. As penas dos nove processos somam mais de 223 anos e três meses de reclusão.

As sentenças proferidas nesta quarta são em relação a casos que aconteceram entre os anos de 2010 e 2016.

Na primeira sentença, o médium recebeu 51 anos e nove meses de reclusão em relação a cinco vítimas por crimes de violação sexual mediante fraude e estupro de vulnerável, ocorridos entre os anos de 2010 e 2016. O réu e seu filho, Sandro Teixeira de Oliveira, foram absolvidos dos crimes de corrupção de testemunha e de coação no curso do processo.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

A segunda sentença somou 16 anos e 10 meses de reclusão, correspondendo, também, pelos mesmos crimes, em relação a três novas vítimas, entre os anos de 2011 e 2013. Nesse processo, João de Deus foi absolvido em relação a outras três vítimas, sendo reconhecida a extinção da punibilidade pela prescrição em relação a uma vítima.

Por fim, João de Deus foi, mais uma vez, condenado a 41 anos e quatro meses de reclusão, em relação também a violação sexual mediante fraude e estupro de vulnerável. Desta vez, o processo envolvia cinco vítimas, em episódios ocorridos entre 2010 e 2015.

João de Deus está preso desde 16 de dezembro de 2018, quando diversas denúncias de abuso sexual contra o médium vieram à tona. Até o momento, os oito processos envolvendo violência sexual já julgados englobam 39 vítimas. Há, em tramitação, mais sete ações penais da mesma natureza em fase de alegações finais. Segundo o juiz Marcos Boechat Lopes Filho, titular da comarca de Abadiânia, todas devem ser julgadas até março do ano que vem.

Fonte: SBT News

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

 

Notícias relacionadas

Polícia

Um homem condenado a 243 anos de prisão e considerado um dos principais foragidos do Rio Grande do Sul foi capturado no Pará. Sandro Alixandro...

Polícia

O médium João Teixeira de Faria, conhecido popularmente como João de Deus, foi condenado em mais três processos por crimes sexuais, que, juntos, somam...

Polícia

O ex-presidente Jair Bolsonaro foi condenado em segunda instância por dano moral coletivo à categoria dos jornalistas, nesta quinta-feira (25), pela Justiça paulista. A...

Judiciário

Um brasileiro foi condenado a mais de 1 mil anos de prisão pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina. A pena é considerada uma...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO