Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Internacional

Vaticano vai formar bispos para lutar contra pedofilia na Igreja

Foto: Reuters

O Vaticano vai impulsionar a formação de bispos de todo o mundo na luta contra a pedofilia, graças a um acordo entre a comissão vaticana contra as agressões sexuais a menores e o Ministério para a Evangelização, anunciou o site Vatican News nesta sexta-feira (21).

O papa Francisco, que em 2014 criou a Comissão Pontifícia para a Proteção de Menores com o objetivo de acabar com o grave fenômeno da pedofilia dentro da Igreja, deseja que as entidades trabalhem juntas durante ao menos três anos na formação dos bispos.

A comissão foi criticada duramente por um de seus membros mais influentes, o jesuíta Hans Zollner, que renunciou recentemente ao cargo que ocupava nesse órgão recentemente, alegando que a entidade apresentava problemas estruturais relacionados ao cumprimento, à responsabilização e à transparência.

“A comissão deve resolver problemas urgentes”, denunciou Zollner. Segundo o acordo anunciado nesta sexta, serão organizadas, sobretudo, sessões de capacitação para os bispos recém-ordenados.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Em uma entrevista ao Vatican News, o responsável pela comissão, o cardeal americano Sean O’Malley, explicou que o órgão vai “desenvolver programas com o objetivo de atender as vítimas”.

“Se contássemos no passado com a informação que temos agora sobre como proteger e compreender [essa problemática], a história da Igreja teria sido diferente”, reconheceu.

“Estamos tentando contar também com a experiência de uma vítima para que os novos bispos possam ouvir em primeira mão o testemunho dramático e os efeitos que esse terrível crime tem sobre suas vidas”, acrescentou O’Malley.

Francisco pediu à comissão para “sair e trabalhar com os bispos de todo o mundo para que se capacitem e consigam assim acompanhar e trabalhar com as vítimas” de forma a superar esse drama.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O responsável pelo dicastério (ministério), o cardeal Luis Antonio Tagle, declarou ao Vatican News que se trata de um desafio para sua pasta, já que implica em conhecer tanto as leis e normas aprovadas pelo Vaticano como as dos países envolvidos.

SBT Nordeste (JC)

Notícias relacionadas

Internacional

O Vaticano afirmou nesta segunda-feira (8) que cirurgias de mudança de sexo, aborto e barriga de aluguel são “graves ameaças à dignidade humana”. As...

Internacional

O Papa Francisco decidiu cancelar os compromissos desta segunda-feira (26) em decorrência de uma “leve gripe”. O anúncio foi divulgado pela Santa Sé, que...

Cidades

O Papa Francisco disse aos fiéis na Praça de São Pedro, no Vaticano, nesta quarta-feira (17), que o prazer sexual é um “presente de...

Mundo

O papa Francisco pediu nesta segunda-feira (8) um “esforço da comunidade internacional” para proibir a “barriga de aluguel”, classificando a prática como “deprimente”. “O...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO