Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Saúde

Gripe aviária: Paraná decretar emergência zoossanitária

Foto: Kalinovskiy/Getty Images

O Paraná é o sexto estado brasileiro a decretar emergência sanitária, após o aumento de casos aves silvestres contaminadas pelo vírus da influenza aviária H5N1 de alta patogenicidade (IAAP). A medida foi publicada nessa terça-feira (25) e tem validade de 180 dias.

Desde maio, quando foram detectados os primeiros casos em aves migratórias no Brasil, o estado já registrou sete ocorrências da doença. Até o momento, o país mantém o status de livre da H5N1, também conhecida como gripe aviária, em aves comerciais, conforme protocolo da Organização Mundial de Saúde Animal (OMSA).

O Brasil é o principal exportador de carne de frango do mundo e responde por 35% do mercado global. Uma semana após a primeira detecção de ave silvestre migratória contaminada, o Ministério da Agricultura e Pecuária declarou emergência zoossanitária em todo o território nacional, no dia 22 de maio.

Recentemente, o governo federal orientou os estados para que também adotem medidas semelhantes, reforçando o alerta mesmo nas localidades onde não há registro de foco de gripe aviária. A meta é conter o avanço da doença e evitar que ela atinja aves comerciais.

Até o momento, Santa Catarina, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Bahia e Paraná decretaram o estado de emergência zoossanitária.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Desde o início do ano, o Ministério da Agricultura já investigou 1.594 casos suspeitos de gripe aviária, dos quais 353 passaram por análise laboratorial e 68  foram confirmados ao longo do litoral do país em uma faixa de municípios do sul da Bahia ao sul do Rio Grande do Sul. Desses, dois casos no Espírito Santo e Santa Catarina foram confirmados em aves de subsistência.

Nas Américas, desde a introdução da influenza aviária, em 2014, só foram anotadas três ocorrências de contaminação de humanos, sendo um nos Estados Unidos, em 2022, um no Equador em janeiro deste ano e um no Chile, em março, segundo dados da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

A orientação do Ministério da Agricultura para casos de aves encontradas mortas é para que se notifique o Serviço Veterinário Oficial da cidade, para que um médico veterinário oficial possa investigar e classificar a ocorrências.

*Com informações da Agência Brasil

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Chuvas no RN

Meninos que foram ver a cheia do Rio Ponta da Serra, na tarde deste domingo (31) no município de Lajes estão entre os ilhados...

Saúde

O novo Boletim InfoGripe da Fiocruz, divulgado na quinta-feira (28), apontou que houve aumento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em crianças,...

Brasil

Três pessoas morreram e outras 10 ficaram feridas após a caixa d’água de um supermercado desabar, na cidade de Pontal do Paraná, na noite...

Polícia

Um homem matou sua ex-companheira e seu ex-sogro a facadas, em Toledo, cidade do Paraná. Vicente José Rodrigues, 61 anos, e Gabrielle de Lima...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO