Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Patrulha da Cidade

Vídeo: homem que ficou com rosto desfigurado após assalto pede ajuda

“Eu fico imaginando e acho que é um pesadelo. Quando amanheço o dia eu sei que é tudo verdade. Isso dói. Eu só queria que um deles – juiz, governadora, as pessoas que estão à frente desse processo, se colocassem no meu lugar de mãe, pra ver como é dificil”. Essa é a declaração emocionada de Maria do Socorro, mãe de Sidney Silva, que teve a vida transformada de forma brutal, durante um assalto.

O homem, de 47 anos,  foi atingido com um disparo de uma arma artesanal calibre dose no rosto, que resultou na perda da mandíbula. O representante comercial tinha decidido fazer um dinheiro extra como motorista de aplicativo. Fazia apenas 15 dias que ele estava exercendo essa atividade, quando no dia 23 de dezembro de 2022, ao pegar um passageiro, ele foi surpreendido com o anúncio de um assalto.

O suposto passageiro obrigou o Sidney a dirigir até a estrada do Jequi, em uma área com pouca circulação de pessoas. Apesar de já estar com o carro, celular e dinheiro da vitima, o assaltante disse que iria matar Sidney. Foi quando ele reagiu e acabou sendo atingido pelo disparo, que também acertou o braço.

Leia também: Insegurança em Monte Castelo: moradores sofrem com onda de assaltos na região

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O assaltante abandonou Sidney na estrada e ele foi socorrido por populares e levado para o Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, onde deu início a uma grande batalha pela vida e um longo processo de recuperação. Foram 20 dias na UTI, em coma induzido. O estrago deixado na face deixou várias sequelas, não apenas estética, mas hoje, Sidney não fala, respira por uma traqueostomia e se alimenta por meio de sonda gástrica.

Sidney e a família enfrentam outra batalha. Uma luta para conseguir realizar as cirurgias de reconstrução da face. O caso foi levado à esfera judicial, para que o estado cubra as despesas das cirurgias, que quanto mais tempo demorarem para serem feitas, menos progresso terão nos resultados. “Nós entramos na justiça e o processo já foi despachado. O juiz deu 48h pro estado resolver a situação. Esse prazo terminou sexta-feira e até agora ninguém se pronunciou”, explicou Maria do Socorro.

Além de toda batalha, a família luta também para que a polícia prenda o assaltante, que desde o crime continua foragido. “Tem o lance da polícia, que sabe quem é o elemento, sabe o endereço dele, da família, quais as cidades que ele anda, tanto aqui como na Paraíba. Sempre que vou à delegacia é a mesma conversa, que estão fazendo campana. Que campana é essa? 10 meses já se passaram e o cara está aí, livre, leve e solto”,  lamentaJosé Carlos,  padrasto de Sidney

PIX PARA AJUDAR:

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

849994 41580 (Sidney Silva de Paiva)

Com informaçãos da repórter Gislaine Azevedo

Notícias relacionadas

Polícia

Criminosos invadiram uma propriedade rural em Macaíba, Região Metropolitana de Natal, e roubaram o carro do assessor do vice-prefeito da cidade na manhã de...

Internacional

O governo de Tóquio, no Japão, deve lançar nos próximos meses um aplicativo de namoro. A ideia é impulsionar a taxa de natalidade na região, após dados divulgados pelo...

Tecnologia

Em comemoração ao mês do Orgulho LGBTQIA+, o Waze anunciou a chegada da voz da cantora Pabllo Vittar ao aplicativo. Além dos comandos de...

Polícia

Um suspeito foi roubar os celulares de um casal na Av. Caiapós, no bairro Pitimbu, na Zona Sul de Natal, e fugiu para o...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO