Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cidades

Desemprego cai em 3 estados, diz IBGE. Veja posição do RN

Foto: Divulgação/ Redes Sociais

O desemprego caiu em três estados (Acre, Maranhão e São Paulo) do Brasil e registrou taxa de 7,7% no terceiro trimestre de 2023 (julho, agosto e setembro), segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua Trimestral. O relatório foi divulgado nesta terça-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na comparação com o segundo trimestre, a taxa de desocupação teve queda em São Paulo (de 7,8% para 7,1%), Maranhão (8,8% para 6,7%) e Acre (9,3% para 6,2%). Roraima foi a única unidade da federação (UF) onde houve crescimento (de 5,1% para 7,6%). As outras 23 UFs apresentaram estabilidade.

A taxa do terceiro trimestre (7,7%) caiu 0,4 ponto percentual em relação ao segundo trimestre do ano (8%) e 1 ponto percentual frente ao mesmo trimestre de 2022 (8,7%). Bahia (13,3%), Pernambuco (13,2%) e Amapá (12,6%) mostraram as maiores taxas de desocupação, enquanto as menores foram registradas por Rondônia (2,3%), Mato Grosso (2,4%) e Santa Catarina (3,6%).

Veja a taxa de desemprego por estado no terceiro trimestre de 2023:

Anúncio. Rolar para continuar lendo.
Taxa de desemprego no terceiro trimestre de 2023 por estado
Legenda

Na divisão por sexo, a taxa de desocupação no terceiro trimestre foi de 6,4% entre os homens e 9,3% para as mulheres. No recorte por cor ou raça, o desemprego ficou abaixo da média nacional (7,7% para brancos (5,9%) e acima para pretos (9,6%) e pardos (8,9%).

Em relação à escolaridade, a taxa foi de 13,5% para pessoas com ensino médio incompleto, 8,3% para quem tem nível superior incompleto e 3,5% entre pessoas com nível superior completo.

Nesse período entre julho e setembro, havia 1,8 milhão de pessoas procurando emprego por dois anos ou mais. O número é o mais baixo em um terceiro trimestre desde 2015, quando 1,6 milhão procuravam emprego durante o mesmo período de tempo e caiu 28,2% frente ao terceiro trimestre de 2022, quando 2,6 milhões estavam nessa faixa.

Em relação ao terceiro trimestre de 2012, o primeiro ano da série histórica, o total de pessoas buscando trabalho por dois anos ou mais cresceu 26,8%.

No terceiro trimestre de 2023, o percentual de pessoas com carteira assinada no setor privado chegou a 73,8%. Os estados com maiores taxas foram Santa Catarina (87,8%), Rio Grande do Sul (82,7%) e Paraná (80,9%). Já Maranhão (49,9%), Piauí (52,3%) e Tocantins (52,7%) tiveram os menores índices.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

A taxa de informalidade atingiu 39,1% da população ocupada nesse período pesquisado. Maranhão (57,3%), Pará (57,1%) e Amazonas (55%) registraram as maiores taxas, enquanto as menores foram observadas em Santa Catarina (26,8%), Distrito Federal (30,6%) e São Paulo (31,3%)

O trabalho por conta própria foi de 25,5% no terceiro trimestre de 2023. Os maiores percentuais vieram de Rondônia (34%), Maranhão (31,8%) e Pernambuco (31%), enquanto os menores foram registrados no Distrito Federal (19%), Mato Grosso do Sul (20,5%) e Tocantins (22,3%).

O rendimento médio real mensal habitual (R$ 2.982) cresceu tanto em relação ao trimestre anterior (R$ 2.933) quanto frente ao mesmo trimestre de 2022 (R$ 2.862).

As regiões Sul (R$ 3.276) e Sudeste (R$ 3.381) tiveram altas, enquanto o rendimento nas demais UFs ficou estável. Na comparação com o mesmo trimestre de 2022, esse índice cresceu no Norte, Sudeste e Centro-Oeste; nas demais, houve estabilidade.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

*Com informações do SBT News

Notícias relacionadas

Polícia

A “Operação Átria” foi inaugurada nesta sexta-feira (01) no Rio Grande do Norte, com uma iniciativa liderada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública...

Judiciário

A Meta, que mantém as redes sociais Facebook, Instagram e a plataforma WhatsApp, não pode mais usar o nome ‘Meta’ no Brasil. A decisão partiu...

Polícia

Uma criança de 2 anos foi atacada por um pitbull no município de Jardim de Piranhas, no Seridó Potiguar, na quinta-feira (29). Segundo testemunhas,...

Cidades

No Rio Grande do Norte choveu a média de 135,8 milímetros (mm) no mês de fevereiro de 2024. De acordo com Sistema de Monitoramento...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO