Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Brasil

Exército revoga portaria que permitia compra de até cinco fuzis por policiais militares

O Exército brasileiro suspendeu a entrada em vigor da portaria que permitia a compra de até seis armas de fogo por policiais militares, bombeiros militares e por integrantes do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República.

Pela nova norma, que passaria a valer em 1° de fevereiro, cinco dessas armas podem ser de uso restrito, inclusive fuzis. Segundo o Exército, a suspensão é para permitir tratativas junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública.

São consideradas armas de uso restrito, os equipamentos que só podem ser usados pelas Forças Armadas, órgãos de segurança ou pessoas habilitadas, como atiradores esportivos.

Até 2018, os policiais militares podiam ter até duas armas de uso restrito. Fuzis não eram permitidos. Em 2019, foi liberada a compra de até dois fuzis, desde que não fossem automáticos, restrição que continua a valer.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O texto proíbe a compra de armas automáticas de qualquer calibre e de armas em que a energia gerada nos disparos seja superior a 1.750 joules, unidade usada para medir a energia mecânica.

Notícias relacionadas

Polícia

Um policial militar, de 50 anos, que não teve o nome identificado, foi preso por policiais civis do Departamento de Combate à Corrupção e...

Polícia

Um ataque a tiros ocorrido na rua Maceió, no Bairro Iraque na cidade de Areia Branca, no interior do RN, deixou uma pessoa morta...

Polícia

Policiais Militares da Força Tática do 9⁰ BPM apreenderam dois adolescentes na noite do sábado (30) por suspeita de roubo a um taxista, no...

Polícia

Um policial militar reformado foi baleado na tarde desta segunda-feira (25), após reagir a uma tentativa de assalto a um supermercado localizado no bairro...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO