Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Saúde

Veja melhores repelentes para se proteger do mosquito da dengue neste Carnaval

Saiu a lista dos melhores repelentes para te proteger do mosquito da Dengue neste Carnaval. Não esqueça de comprar pelo menos um deles, colocar na mala antes da viagem, e passar na pele antes da folia.

Segundo Luciana Costa, professora associada e diretora do Instituto de Microbiologia Paulo de Góes, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, dois são bem mais eficazes para espantar o Aedes aegypti para longe de você e da família.

“Dentre os industriais, existem dois que têm eficácia comprovada, que são os base de DEET e de icaridina”, disse. Também podem ser usados produtos registrados que contém como substância ativa o extrato vegetal ou óleo de citronela. Veja os mais indicados abaixo.

Cuidado com a dengue no Carnaval

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Segundo o Ministério da Saúde, nas quatro primeiras semanas de 2024 foram identificados mais de 200 mil casos de dengue no país. O número é 252% superior ao mesmo período do ano passado e deve aumentar ainda mais com o Carnaval e a volta às aulas.

Além dos cuidados básicos como não deixar água empoçada em vasos e pneus, os repelentes são aliados na luta contra o mosquito.

Dentre as diversas opções disponíveis no mercado, aqueles produzidos com base de DEET e de icaridina são bem eficientes e garantem que você fique mais seguro contra as picadas do Aedes aegypti.

Melhores repelentes

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Hoje, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) registra algumas substâncias ativas sintéticas como eficazes contra o mosquito.

São eles:

  • DEET (N-dimetil-meta-toluamida ou N,N – dietil-3-metilbenzamid);
  • Icaridina Hydroxyethyl isobutyl piperidine carboxylate ou Picaridin);
  • e IR 3535 (Ethyl butylacetylaminopropionate ou EBAAP).

Repelentes mais eficazes

Um estudo da Unesp Botucatu concluiu que relepentes com icaridina, na concentração de 25%, são os mais eficazes, mas isso não significa que os outros são ruins.

“Não significa que os outros não funcionem, mas funcionam por menos tempo e com menor efetividade”, disse Alexandre Naime Barbosa.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

A maioria dos repelentes feitos com base de DEET tem, mais ou menos, quatro horas de efeito. Já os de icaridina 25% protegem por 10 a 12 horas, dependendo da marca.

“Quanto maior a concentração do composto ativo, maior a proteção”, explicou Luciana.

Atenção aos rótulos

Assim, é preciso ficar atento aos rótulos dos produtos.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Independente do princípio ativo, é necessário observar as indicações de utilização e se ele protege contra o Aedes.

“Os repelentes individuais têm que ser passados com muita frequência e é importante checar no rótulo se há proteção contra o mosquito”, explicou Mauro Teixeira, professor titular do Departamento de Bioquímica e Imunologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

 

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Saúde

O agravamento da dengue, popularmente conhecido como dengue hemorrágica, se caracteriza por uma queda acentuada de plaquetas, que são fragmentos celulares produzidos pela medula...

Saúde

Crianças entre 10 e 14 anos podem receber a vacina contra a dengue neste sábado (24) nos pontos extras de vacinação localizados nos Shoppings...

Saúde

Febre, dor de cabeça, dores no corpo e cansaço muscular. Esses são alguns dos sintomas geralmente relatados por pessoas que contraem dengue ou covid-19, segundo o Ministério...

Jornal do Dia 1ª Edição

O prefeito de Macaíba, Emídio Júnior, concedeu uma entrevista ao Jornal do Dia, com Micarla de Sousa, destacando as ações intensificadas para combater o...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO