Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Brasil

Promessa do ex-presidente Temer de 5 novos presídios federais nunca saiu do papel

Foto: Beto Barata/PR

Como resposta ao massacre de 56 presos em Manaus, em 2017, o então presidente do Brasil, Michel Temer (MDB), anunciou a construção de cinco novos presídios federais. A promessa, no entanto, não saiu do papel até hoje, ainda que o prazo dado na época pelo emedebista tenha sido de um ano para conclusão das penitenciárias.

O anúncio foi feito em 5 de janeiro de 2017, poucos dias depois de uma rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, que tinha cogestão entre o governo do Amazonas e uma empresa privada, a Umanizzare. Temer afirmou que cada um dos presídios que seriam construídos em cada região do país custaria entre R$ 40 milhões e R$ 45 milhões.

Na ocasião, ele deu ao então ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, o prazo de um ano para que a pasta concluísse a construção dos cinco presídios.

Dois meses depois, o Depen (Departamento Penitenciário Nacional) realizou workshop para adequação do projeto arquitetônico das novas penitenciárias federais. O plano passou a ser construir as unidades no Norte, Nordeste e Sudeste, com 250 mil metros quadrados de área e construídas a aproximadamente 50 quilômetros de distância de um aeroporto.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Depois disso, estados que demonstraram interesse inicialmente recuaram e o ministério tentou articular a construção junto ao Congresso, sem sucesso.

A construção de novos presídios não está atualmente nos planos do governo Lula (PT), de acordo com fontes que acompanham o tema. Uma das razões para isso é a taxa de ocupação dessas penitenciárias, que gira em torno de 50%, situação bem diferente da superlotação registrada na maioria das prisões brasileiras.

Em resposta à fuga inédita de dois presos da penitenciária federal em Mossoró, o ministro Ricardo Lewandowski determinou a construção de muralhas em todos os presídios federais.

Também anunciou a ampliação do sistema de alarme e sensores nas cinco unidades prisionais federais e pediu a nomeação de 80 policiais penais já aprovados em concurso para reforçar o sistema prisional federal.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Educação

Os servidores da UFRN e IFRN fazem protesto na porta de um hotel em Natal, onde está o ministro de Estado da Educação, Camilo...

Polícia

Um adolescente de 17 anos morreu em um acidente de trânsito registrado na noite da sexta-feira (12) na RN-015, entre Mossoró e Baraúna. Segundo...

Luto

O ex-deputado federal Betinho Rosado, de 75 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (12) em Mossoró. Betinho estava internado na UTI do Hospital Wilson...

Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem até o final desta quinta-feira (11) para sancionar ou vetar o projeto de lei que proíbe...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO