Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Saúde

Com 493 casos notificados de arboviroses, atendimentos serão ampliados em Natal

Foto: Ponta Negra News

A prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Saúde irá ampliar os atendimentos médicos nas Unidades Básicas de Saúde, para atender pacientes com sintomas da dengue. A medida passa a valer a partir da próxima segunda-feira (26). A informação foi confirmada por Veruska Ramos, chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI).

“A medida ocorre através de parcerias. A Secretaria Municipal de saúde, está terminando algumas parcerias para equipar as Unidades Básica de Saúde, para a partir da próxima semana, possamos oferecer serviços de acolhimento para pacientes que não graves, a ponto de precisar de um hospital, mas  que  precisam de uma vigilância, de uma hidratação e cuidado endovenosos. As  parcerias são com outras secretarias para o fornecimento de poltronas, soros e injetáveis, para serem disponibilizadas para essa unidades que serão referência” disse.

A SMS ainda está estudando quais as unidades irão oferecer os atendimentos. Tudo  vai depender de de um estudo da secretária que vai mapear as regiões com a maior  incidência de casos notificados.

De acordo com o último boletim divulgado pelo Centro de Zoonoses, no o que diz respeito ao comportamento das arboviroses, foram notificados 493 casos para dengue, chikungunya e zika. As notificações de dengue representam o maior volume de notificações, cerca de 89,7%, seguida de chikungunya com 11,4% e zika com 1% dos registros.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Os dados comparados  aos  anos de 2023 e 2024, observamos um aumento de 67,8% nos casos registrados nesta edição. O município de Natal possui uma alta taxa de subnotificação, onde para cada  um caso notificado em oportunidade, temos oito que não foram notificados para alguma das arboviroses (dengue, chikungunya e zika) circulantes em nosso território.

As taxas de incidência (proporção por 100 mil habitantes) por tipos de arboviroses apresentam os seguintes resultados: dengue, com uma proporção
de 54,66 casos, seguida de chikungunya, com 6,52 e zika com 0,40 dos casos por 100 mil habitantes.

Segundo o boletim, é  importante ressaltar que essas informações estão sujeitas a alterações constantes conforme a rotina de atendimento dos estabelecimentos de saúde, e como base as informações extraídas no Sinan, no dia 15 de fevereiro de 2024.

As doenças transmitidas pelo Aedes sp  (arboviroses) no município de Natal têm seu período de aumento de casos entre os meses de abril a setembro, podendo se estender até meados de novembro. Esse período de aumento se alinha aos meses mais chuvosos na cidade, que corresponde ao período entre março e julho, tendo abril como omês que mais acumula chuvas, chegando a média de 250 mm.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

 

 

 

 

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) Natal, divulgou os locais de referência que estão ofertando o imunizante nos cinco distritos sanitários da cidade. A...

Saúde

A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) confirmou a primeira morte por dengue em 2024 no Rio Grande do Norte....

Cidades

A justiça decidiu nesta quinta-feira (18), interromper a greve dos trabalhadores da saúde em Natal, após uma ação movida pela prefeitura contra os sindicatos...

Cidades

A vacina contra a dengue está liberada para a faixa etária de 4 a 59 anos em todas as Unidades de Saúde de Natal...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO