Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Polícia

“Somos vítimas”: namorada de homem baleado em supermercado fala sobre tiroteio

Foto: Reprodução/YouTube TV Ponta Negra

A namorada do homem baleado em um supermercado do Planalto, na Zona Oeste de Natal, na tarde da segunda-feira (15), contou detalhes do momento em que Dilmar Rodrigues, de 24 anos, foi atingido por seis disparos. Ela, que pediu para não ser identificada, teve o joelho baleado na ação.

Leia também: 

Motociclistas protestam após segurança atirar em cliente de supermercado em Natal

A mulher prestou depoimento nesta terça-feira (16) na 11ª Delegacia de Polícia do Planalto. Para o repórter do Patrulha da Cidade, Rogério Fernandes, ela falou que não sabe o que motivou a ação do segurança. “Somos vítimas e estão colocando a gente como se fosse culpado de algo. Foi colocado que nós entramos no supermercado e não compramos nada. Então quer dizer que, se eu entrar no supermercado hoje e não comprar, eu fui roubar?”, questiona.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O casal entrou no estabelecimento, mas saiu sem comprar nenhum item. “Simplesmente a gente entrou no supermercado e achei que estava caro o que eu queria comprar e optei por não comprar mais. Saímos. Quando a gente saiu, eu já tinha prestado atenção, antes de entrar no supermercado, que os dois seguranças estavam encarando a gente e, ao sair, comentei com meu namorado e ele concordou comigo: é, realmente eles estão olhando para a gente”, conta.

A mulher fala que o casal estava deixando o interior do estabelecimento quando o segurança efetuou o primeiro disparo, que a atingiu no joelho e, em seguida, o suspeito continuou atirando. Segundo ela, o namorado foi atingido por tiros.

“Ele mandou a gente colocar as mãos para cima, que ele era policial, mas não tinha nenhuma identificação, não estava fardado. Acredito que ficou com raiva porque eu questionei: se você é policial, porque está exercendo nesse momento o serviço de segurança?”, disse, informando que outro segurança tentou apaziguar a situação.

Já após estarem caídos no chão, o casal questionou a atitude do suspeito, que seguiu com os disparos. “Toda história tem duas versões. Eu também quero saber porque ele fez isso”, comenta.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Ela cobra as imagens do circuito interno do estabelecimento para provar que não houve motivos para o segurança agir contra eles.

Dilmar passou por cirurgia e retirou três balas, restando outras três. De acordo com ela, os médicos ainda não sabem se ele está em condições de passar por uma nova cirurgia para a retirada dos outros projéteis. Ele segue internado em estado grave.

O caso foi encaminhado para o Ministério Público.

A polícia segue em busca dos dois homens e investiga, também, se o segurança autor dos disparos é, realmente, policial militar.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Veja a entrevista:

 

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Polícia

Policiais militares do 9º Batalhão de Polícia Militar conseguiram recuperar um veículo roubado na tarde desta sexta-feira (17) no bairro Nazaré, na Zona Oeste...

Polícia

Um vídeo que começou a circular nas redes sociais nesta quinta-feira (16) mostra uma confusão na Rodoviária de Natal, Zona Oeste da capital. Nas...

Cidades

Uma mulher, identificada como Víviane Araújo de 45 anos, morreu no início da tarde desta sexta-feira (10), após ser atropelada por um ônibus na...

Polícia

O corpo do homem, ainda não identificado, foi encontrado em uma vala de esgoto com um ferimento de tiro na cabeça por volta das...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO