Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Brasil

PEC das praias: após polêmica, Flávio Bolsonaro decide mudar texto. Confira como ficará

Foto: Tânia Rego/ABr

Diante da polêmica envolvendo a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que possibilita que estados, municípios e particulares sejam donos de áreas no litoral brasileiro atualmente pertencentes à União, o relator do texto, senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), decidiu propor uma emenda para afastar a ideia de que a PEC poderia privatizar praias ou restringir o acesso a elas.

A emenda estará em uma nova versão do seu relatório, que ainda não tem previsão de data para ser apresentada, apurou o SBT News. Ela incluirá na PEC um artigo e um parágrafo único.

Segundo o artigo, “as praias são bens públicos de uso comum, sendo assegurado o livre acesso a elas e ao mar, ressalvadas as áreas consideradas de interesse de segurança definidas em legislação específica”.

Já o parágrafo único diz que “não será permitida a utilização do solo que impeça, ou dificulte, o acesso da população às praias”.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Em mensagem do senador à qual a reportagem teve acesso, Flávio Bolsonaro diz que a emenda é” para que não exista nenhuma dúvida de que as praias serão sempre de todos”.

Inteligência artificial: regulação prevê direito à privacidade e proíbe análise da personalidade
O relator ainda fará mais algumas alterações em seu parecer em relação à PEC. Na primeira versão, apresentada em 16 de agosto do ano passado, ele vota pela aprovação da proposta com apenas uma emenda de redação de sua autoria, que muda a ementa; com a nova versão, fica mais claro que a PEC altera a Constituição Federal para dispor sobre os chamados terrenos de marinha.

No documentro, Flávio Bolsonaro afirma não haver dúvidas das virtudes da PEC. “O fato é que o instituto terreno de marinha, da forma que atualmente é disciplinado pelo nosso ordenamento, causa inúmeras inseguranças jurídicas quanto à propriedade de edificações”, pontua.

“É imperioso enfrentar esse tema e conferir soluções mais adequadas para a população que vive sob os influxos das marés”.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Ele prossegue: “Para solucionar esse grave problema, a PEC aqui analisada traz regramento adequado e equilibrado para os terrenos de marinha. A proposta apresenta critérios claros sobre a propriedade desses bens, conferindo segurança jurídica às partes envolvidas”.

A Proposta de Emenda à Constituição está tramitando na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal.

Fonte: SBT News

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Política

Um projeto de lei (PL) em tramitação na Câmara dos Deputados prevê que as praias de cada município litorâneo podem ter até 10% da...

Cidades

O Grupo Cetáceos realizou um trabalho para ajudar as baleias-piloto, que ficaram encalhadas na enseada da praia de Pititinga, Litoral Norte do RN, no...

Cidades

A Justiça Federal no Rio Grande do Norte acatou um pedido do Ministério Público Federal (MPF) e determinou a suspensão imediata das obras irregulares...

Cidades

Um adolescente se afogou na manhã deste sábado (01) ao tentar salvar o amigo na praia da Redinha, em Natal. Segundo o Corpo de...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO