Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cidades

Professores rejeitam proposta do governo e iniciam greve no RN

Foto: Danilo Bezerra/Seec RN

Os professores da Rede Estadual de Ensino rejeitaram a proposta apresentada pelo Governo do Rio Grande do Norte nesta segunda-feira (14) e decidiram iniciar greve por tempo indeterminado. Em assembleia virtual realizada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sinte/RN), a categoria não aceitou a proposta do governo para pagar reajuste de 33,24% aos professores.

Representantes do Sinte-RN participaram de reunião com o Governo do Estado, que propôs um escalonamento que contempla os seguintes pontos:

Quanto ao piso — aplicar, em reais, a partir de janeiro para quem recebe menos que o valor de R$ 3.845,63 proporcional a 30h (cerca de 8.000 servidores). Em relação ao percentual para aqueles que não foram contemplados com o piso, será aplicado para ativos inativos e pensionistas, da seguinte forma: para os servidores que recebem valor inferior a R$ 3.843,63, serão aplicados percentuais que variam até 33,24%, de forma a garantir o Piso Nacional, a partir de janeiro de 2022. E, em março, 13% para todos que não receberam aumento em janeiro/22. Em dezembro, o complemento dos 33,24%. E, parcela variável entre 0% e 17,91%, a depender da parcela recebida em janeiro ou março.

A parcela relativa ao mês de dezembro proposta está condicionada ao acordo legal com Tribunal de Contas do Estado e o Tribunal Regional Eleitoral. O secretário-chefe do Gabinete Civil, Raimundo Alves, explicou que a proposta garante o piso, como determinou a governadora Fátima Bezerra, sendo 13% para todos a partir de janeiro. Quem está acima do piso, R$ 3.840, receberá 13% a partir de março e será completado os 33,24% para todos em dezembro, completando o reajuste condicionado a acordo a ser firmado com o Tribunal de Contas do Estado e com o Tribunal Regional Eleitoral, em virtude da legislação eleitoral proibir alterações salariais nos três meses antes e posteriores às eleições.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Mas os trabalhadores da educação afirmam que nas discussões, foi consenso que a proposta oferecida é insuficiente.

Notícias relacionadas

Política

A Câmara Municipal de Natal aprovou, em regime de urgência, na sessão ordinária da quarta-feira (19), o reajuste de 3,62% na remuneração dos profissionais...

Educação

Os docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) voltam a se reunir nesta quinta-feira (20) para debater sobre o encerramento, ou...

Política

A Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados discute nesta quinta-feira (20) a greve da educação pública federal. O debate será realizado a...

Cidades

O Rio Grande do Norte registrou redução de 2,5 pontos percentuais na taxa de desemprego atual, que está estimada em 9,6%. Com este índice,...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO