Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cidades

Operação desativa “gatos” na praia de Pipa

Equipes técnicas da Cosern identificaram e desativaram quatro ligações clandestinas de energia (o popular “gato”) que abasteciam de forma irregular um hotel, uma pousada, uma fábrica de gelo e uma residência na praia de Pipa, em Tibau do Sul, nesta terça-feira (8).

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela irregularidade pode chegar a oito anos de reclusão. Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode causar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.

É muito importante que os potiguares saibam que todos nós pagamos pelo prejuízo causado pelos gatos de energia”, alerta o Superintendente de Relacionamento com Clientes da Cosern, Júlio Giraldi. “Todos os anos, no momento de calcular o valor do reajuste tarifário, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) inclui no cálculo um percentual relativo à essas perdas”, complementa Júlio.

Ao longo do ano passado, a “Operação Varredura” da Neoenergia Cosern recuperou mais de 46 milhões de KWh de energia que estavam sendo desviados – um aumento de 20% em relação a 2020. Para se ter uma ideia do volume recuperado, a energia que estava sendo furtada e foi recuperada em várias etapas da operação seria suficiente para abastecer todo o estado do Rio Grande do Norte por dois dias e meio, ou Natal por 11 dias, ou Mossoró por 21 dias;

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

No total, seis pessoas foram presas pela polícia em todo estado praticando a irregularidade em 2021, ano em que foram realizadas mais de 66 mil inspeções e substituídos cerca de 86 mil medidores obsoletos ou com defeito por aparelhos mais modernos.

A “Operação Varredura” também identificou 7.240 irregularidades (defeitos na medição, furtos ou fraudes) e regularizou 495 clientes que estavam ligados de forma clandestina, doando o chamado “padrão de entrada”.

A fraude é quando o consumidor já é cliente da Neoenergia Cosern e manipula o medidor de energia com o objetivo de reduzir o consumo faturado. Já o furto consiste em desviar energia diretamente da rede elétrica sem a medição do consumo e o conhecimento da distribuidora.

Os consumidores que se sentirem lesados com essa prática criminosa (uma vez que o prejuízo causado pelos desvios é dividido por todos) podem denunciar, de forma totalmente anônima, por meio do telefone 116, WhatsApp (84) 3215-6001 e pelo site da Neoenergia Cosern www.neoenergiacosern.com.br.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

 

Notícias relacionadas

Cidades

  Em decisão liminar, a justiça determinou que o Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema/RN) deve conceder a Licença de Instalação e...

Cidades

Consumidores de energia com fatura inferior a R$ 70 – a depender da classe de consumo ganharam um prazo maior para pagar a conta....

Polícia

Os filhotes de tartaruga foram soltos na praia de Maracajaú, no município de Maxaranguape, no Litoral Norte do Rio Grande do Norte, no sábado...

Polícia

Dois filhotes de gato foram resgatados nesta quinta-feira (11) no bairro de Capim Macio, localizado na Zona Sul de Natal. A Polícia Civil iniciou...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO