Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cidades

Operação desativa “gatos” na praia de Pipa

Equipes técnicas da Cosern identificaram e desativaram quatro ligações clandestinas de energia (o popular “gato”) que abasteciam de forma irregular um hotel, uma pousada, uma fábrica de gelo e uma residência na praia de Pipa, em Tibau do Sul, nesta terça-feira (8).

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela irregularidade pode chegar a oito anos de reclusão. Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode causar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.

É muito importante que os potiguares saibam que todos nós pagamos pelo prejuízo causado pelos gatos de energia”, alerta o Superintendente de Relacionamento com Clientes da Cosern, Júlio Giraldi. “Todos os anos, no momento de calcular o valor do reajuste tarifário, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) inclui no cálculo um percentual relativo à essas perdas”, complementa Júlio.

Ao longo do ano passado, a “Operação Varredura” da Neoenergia Cosern recuperou mais de 46 milhões de KWh de energia que estavam sendo desviados – um aumento de 20% em relação a 2020. Para se ter uma ideia do volume recuperado, a energia que estava sendo furtada e foi recuperada em várias etapas da operação seria suficiente para abastecer todo o estado do Rio Grande do Norte por dois dias e meio, ou Natal por 11 dias, ou Mossoró por 21 dias;

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

No total, seis pessoas foram presas pela polícia em todo estado praticando a irregularidade em 2021, ano em que foram realizadas mais de 66 mil inspeções e substituídos cerca de 86 mil medidores obsoletos ou com defeito por aparelhos mais modernos.

A “Operação Varredura” também identificou 7.240 irregularidades (defeitos na medição, furtos ou fraudes) e regularizou 495 clientes que estavam ligados de forma clandestina, doando o chamado “padrão de entrada”.

A fraude é quando o consumidor já é cliente da Neoenergia Cosern e manipula o medidor de energia com o objetivo de reduzir o consumo faturado. Já o furto consiste em desviar energia diretamente da rede elétrica sem a medição do consumo e o conhecimento da distribuidora.

Os consumidores que se sentirem lesados com essa prática criminosa (uma vez que o prejuízo causado pelos desvios é dividido por todos) podem denunciar, de forma totalmente anônima, por meio do telefone 116, WhatsApp (84) 3215-6001 e pelo site da Neoenergia Cosern www.neoenergiacosern.com.br.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

 

Notícias relacionadas

Internacional

Uma mulher está desaparecida desde o último domingo (16), após ser arrastada pelo mar em uma praia localizada em Sochi, na Rússia. O incidente...

Política

Um projeto de lei (PL) em tramitação na Câmara dos Deputados prevê que as praias de cada município litorâneo podem ter até 10% da...

Brasil

Diante da polêmica envolvendo a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que possibilita que estados, municípios e particulares sejam donos de áreas no litoral...

Cidades

  O município de Senador Georgino Avelino anunciou a implementação de medidas restritivas na Praia de Malembá, em resposta a uma recomendação do Ministério...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO