Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Esportes

20 anos do penta: onde estão os campeões do Brasil

A festa da seleção brasileira no Japão (divulgação)

Há 20 anos, o Brasil vivia a expectativa pelo pentacampeonato da Copa do Mundo. No Japão (o torneio também foi sediado pela Coreia do Sul), o selecionado comandado por Luiz Felipe Scolari conseguiu superar a Alemanha na decisão e levantar o troféu da Copa pela quinta vez. Duas décadas depois, todos os jogadores daquela conquista estão aposentados.

Os campeões do penta seguem os mais variados caminhos depois do fim das respectivas carreiras. Tem dono de clube, diretor de futebol, comentarista, técnico… A lista é grande. Abaixo, o SBT Sports informa onde estão os ex-atletas que conquistaram o penta do Brasil em 2002.

Brasil texto

A seleção de 2002 ficou marcada também por posar para a foto da final com todo o grupo (divulgação)

 

1 – Marcos

Titular em toda a campanha do título, Marcos foi um dos nomes mais importantes do Brasil. O goleiro se aposentou do futebol em 2011, no Palmeiras, único clube em que defendeu ao longo da carreira. Marcos está com 48 anos e é dono de uma empresa de cervejas.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

2 – Cafu

Capitão da Canarinho há 20 anos, o lateral-direito Cafu, que está com 52 anos, escreveu história ao ser o único atleta a jogar três finais de Copa do Mundo – e, neste caso, foram consecutivas. O jogador se aposentou do futebol em 2008, no Milan. O ex-lateral atualmente é embaixador da Copa do Mundo do Catar.

3 – Lúcio

O zagueiro Lúcio foi o atleta do grupo de 2002 que teve a carreira mais longa. O defensor deixou os gramados no ano de 2020, no Brasiliense. Com 44 anos no momento, Lúcio costuma atuar em jogos comemorativos de ex-jogadores do Bayern de Munique e da Inter de Milão.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

4 – Roque Júnior

Um dos pilares da defesa de Felipão, Roque Júnior esteve em campo em seis das sete partidas da campanha – o defensor não atuou diante da Costa Rica, jogo em que a equipe foi a campo com alguns reservas. O zagueiro se aposentou em 2010, com a camisa do Ituano. Roque Júnior está com 45 anos e é um dos líderes de uma consultoria especializada no mercado do futebol.

5 – Edmilson

Edmilson foi o terceiro zagueiro da Canarinho na conquista da Copa do Mundo de 2002. Jogador de técnica refinada no campo defensivo, o camisa 5 se aposentou em 2011, no Ceará. Edmilson preside atualmente o SKA Brasil, clube da Região Metropolitana de São Paulo, além de ser embaixador do Campeonato Francês e comentar jogos na tela do SBT, especialmente a Libertadores. O ex-atleta tem 45 anos.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

6 – Roberto Carlos

Autor de um gol ao longo da campanha, uma falta na goleada contra a China, Roberto Carlos foi dono da lateral-esquerda da seleção brasileira por muitos anos. O último clube da carreira do jogador foi o Delhi Dynamos, da Índia, embora o atleta tenha ficado parado por muito tempo depois de uma passagem pela Rússia – o jogador atuou no futebol indiano em 2015. Com 49 anos, o ex-lateral é embaixador do Real Madrid.

7 – Ricardinho

Chamado para o lugar do lesionado Emerson, Ricardinho foi reserva na caminhada do penta – o meia entrou em campo em três oportunidades na campanha. O último time da carreira do meio-campista foi o Bahia, em 2011. Ricardinho é comentarista de futebol atualmente e está com 46 anos.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

8 – GIlberto Silva

Gilberto Silva esteve em campo em todos os minutos da conquista brasileira em 2002. Campeão por onde passou, o volante se aposentou no Atlético-MG, em 2013. Gilberto Silva, que está com 45 anos, é consultor de futebol e empresário.

9 – Ronaldo

Autor dos dois gols do título da Copa do Mundo, o Fenômeno dispensa comentários quando o assunto é seleção brasileira. Ronaldo Nazário de Lima se aposentou em 2011, pelo Corinthians. Com 45 anos, o ex-atacante é dono do Cruzeiro e do Real Valladolid, da Espanha.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.
Ronaldo

O brasileiro Ronaldo o primeiro gol da final contra a Alemanha (divulgação)

10 – Rivaldo

Um dos mais experientes daquele grupo, Rivaldo foi protagonista na campanha do penta. Depois de 2002, o camisa 10 rodou bastante no mundo do futebol, tendo parado em 2015, no Mogi Mirim. Rivaldo está com 50 anos e faz parte do time de ídolos do Barcelona, que faz eventos em todo o planeta.

11 – Ronaldinho

O mais jovem do histórico trio do penta, Ronaldinho foi um coadjuvante de luxo da equipe, com notável brilho na classificação diante da Inglaterra. Ídolo do Barcelona, R10 deixou o futebol em 2015, depois de passagem relâmpago no Fluminense. O ex-jogador tem 42 anos e é figura constante de eventos esportivos com lendas aposentadas do futebol.

12 – Dida

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Dida foi o reserva imediato da meta da Canarinho. O goleiro foi titular do Brasil na Copa seguinte, em 2006. O arqueiro se aposentou em 2015, com a camisa do Internacional. Com 48 anos, Dida é atualmente preparador de goleiros do Milan, clube em que escreveu história ao longo dos anos 2000.

13 – Belletti

Reserva do capitão Cafu, Belletti atuou na Copa de 2002 por apenas alguns minutos na vitória contra a Turquia, na semifinal. O ex-lateral se aposentou em 2010, no Fluminense, depois de passar muitas temporadas na Europa. Belletti, que está com 46 anos, é embaixador da Fifa, palestrante e possui licença para trabalhar como técnico.

14 – Anderson Polga

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O zagueiro foi titular em duas partidas da primeira fase, diante de China e Costa Rica. Dono de uma longa trajetória no português Sporting, Anderson Polga se aposentou no Corinthians, em 2012. O ex-jogador tem 43 anos e trabalha em uma empresa de engenharia no Rio Grande do Sul.

15 – Kleberson

O volante Kleberson foi o nome mais surpreendente da conquista do penta. Reserva na primeira fase, Kleberson se tornou titular a partir das quartas de final. O volante se aposentou em 2015, pelo Fort Lauderdale Strikers. Kleberson tem 43 anos e é assistente-técnico do Philadelphia Union.

16 – Júnior

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O lateral-esquerdo Júnior entrou em campo somente uma vez ao longa da Copa de 2002. Campeão por diversos clubes, o atleta se aposentou em 2010, pelo Goiás. O ex-lateral está com 49 anos, é dono de restaurante e participa de eventos oficiais envolvendo jogadores aposentados

17 – Denilson

Marcado pelo lance com os jogadores turcos, Denilson era nome certo nas substituições ao longo da campanha vitoriosa do Brasil. O habilidoso ponta deixou o futebol em 2009, em uma passagem no Vietnã. Com 49 anos, o ex-jogador é comentarista e comanda um podcast.

18 – Vampeta

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O icônico Vampeta esteve em campo somente uma vez na conquista do penta. O volante ficou marcado pela comemoração no retorno ao Brasil, quando deu cambalhotas no Palácio do Planalto. O atleta se aposentou em 2011, pelo Grêmio Osasco. Vamp, que tem 48 anos, é comentarista.

19 – Juninho Paulista

Titular no início da campanha, Juninho Paulista foi sacado por Felipão na reta final da Copa. O meia se aposentou em 2010, no Ituano, clube em que depois foi presidente. Juninho Paulista tem 49 anos e é coordenador da CBF.

20 – Edílson

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Edílson, o “Capetinha”, entrou em campo em quatro oportunidades na Copa: duas como titular e duas saindo do banco. O último time de fato da carreira do atacante foi o Bahia, em 2010 – há seis anos, o jogador voltou aos gramados para atuar por duas vezes pelo Taboão da Serra. Com 51 anos, Edílson trabalhou recentemente como comentarista e também atua no time de masters do Corinthians.

21 – Luizão

Centroavante reserva, Luizão foi importante na primeira vitória do Brasil no torneio. O último time da carreira do artilheiro foi o Americana, no ano de 2009. O ex-jogador tem 46 anos e atualmente trabalha como empresário no meio do futebol.

22 – Rogério Ceni

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Terceira opção entre os goleiros do grupo, Rogério Ceni ficou marcado principalmente pela trajetória no São Paulo, clube em que é considerado o maior ídolo. Técnico atualmente, Ceni comanda justamente o Tricolor. O M1t0, como é conhecido o ex-arqueiro, está com 49 anos.

23 – Kaká

Jogador mais jovem do grupo, Kaká atuou por alguns minutos na vitória contra a Costa Rica e não conseguiu entrar a tempo quando Felipão o chamou nos últimos minutos da final. Ídolo de São Paulo e Milan, o meia se aposentou em 2016, no Orlando City. Kaká tem 40 anos e estuda para ser técnico.

Técnico – Luiz Felipe Scolari

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O comandante do penta rodou bastante depois da conquista da Copa do Mundo de 2002. Felipão ainda foi treinador do Brasil na Copa do Mundo de 2014, disputada no país. O experiente técnico comanda o Athletico-PR no momento.

Festa

A festa da seleção brasileira no Japão (divulgação)

SBT Sports

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Copa do Mundo 2022

Jogo muito aguardado, mas a CBF joga um balde de água fria com gelo e anuncia que não haverá mais reposição da partida Brasil...

Eleições 2022

Candidatos à Presidência da República, aos governos dos estados e aos cargos de senador, deputado federal, estadual e distrital saem, a partir de hoje...

Brasil

O mais recente levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL), apontou que o preço médio do litro do diesel comum fechou os primeiros...

Eleições 2022

O ministro Alexandre de Moraes tomará posse como presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta terça-feira (16) a partir das 19h, em sessão solene....

Publicidade
X
AO VIVO