Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cultura

Escolas campeãs celebram resultado na Marquês de Sapucaí

As seis escolas de samba mais bem colocadas do Grupo Especial do Rio de Janeiro voltaram à Marquês de Sapucaí na madrugada deste domingo (26) para comemorar o bom desempenho no carnaval deste ano, no tradicional Desfile das Campeãs.

ebc.pngA disputa entre as agremiações foi decidida por um décimo. A vitoriosa foi a Imperatriz Leopoldinense, que encerrou um jejum de mais de 20 anos sem títulos com um enredo criativo sobre o destino de Lampião na vida após a morte, inspirado em histórias de cordel. Com o resultado, a escola de Ramos foi a última a desfilar.

O título deste ano reforçou a consagração do carnavalesco Leandro Vieira como personagem histórico do carnaval carioca. O artista já foi campeão três vezes no grupo especial e duas vezes na Série Ouro.

A Grande Rio, sexta colocada, abriu a noite trazendo de volta a homenagem a Zeca Pagodinho, que já havia levantado as arquibancadas no domingo de carnaval. O sambista desfilou novamente, com uma cervejinha na mão e cercado de amigos em um carro alegórico. Em seguida, desfilou a Mangueira, que neste ano celebrou a ancestralidade africana na música baiana.

A convocação de releitura da história do Brasil de um ponto de vista afrocentrado fez com que a Beija-Flor encerrasse o carnaval na quarta colocação. A azul e branca de Nilópolis voltou à avenida e contou com a presença da cantora Anitta, que gravou um videoclipe durante a concentração do desfile. Ao cruzar a Sapucaí, novamente o samba foi puxado pela cantora Ludmilla, ao lado do já consagrado Neguinho da Beija-Flor.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

A terceira colocada, Vila Isabel, também fez bonito no desfile das campeãs, causando impacto novamente na Sapucaí com o icônico carro alegórico do São Jorge metálico combatendo um dragão que cospe fumaça. A alegoria, concebida pelo carnavalesco Paulo Barros, foi um dos grandes destaques deste carnaval. 

Segunda colocada por apenas um décimo, a Viradouro contou novamente a história da escritora negra Rosa Maria Egipcíaca e mostrou por que chegou tão perto do título. A escola de Niterói foi a penúltima da noite. 

Agência Brasil

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Carnaval

A cidade de Natal acompanhou nesta segunda-feira (19), a aguardada apuração das notas dos desfiles das escolas de samba que tomaram a avenida Duque...

Saúde

No dia 8, o último manicômio conveniado ao Sistema Único de Saúde (SUS) fechou as postas. A morte de 15 pacientes ao longo de...

Carnaval

A Avenida Duque de Caxias, no bairro da Ribeira, recebe neste sábado (17), o desfile do “Grupo A” das Escolas de Samba de Natal....

Celebridades

A polêmica entre Baby do Brasil e Ivete Sangalo criou contormos mais amenos passados alguns dias desde o desentendimento das cantoras no carnaval de Salvador. Em...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO