Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Saúde

Dia Nacional do Diabetes: Brasil tem quase 16 milhões de adultos diabéticos

Foto: Reprodução/ Redes Sociais

Brasil tem quase 16 milhões de adultos com diabetes, ocupando a 5ª posição em incidência no mundo, de acordo com o Atlas do Diabetes da Federação Internacional de Diabetes. Segundo as projeções, esse número pode ultrapassar 23 milhões até 2045. A data de 26 de junho foi instituída como o Dia Nacional do Diabetes pelo Ministério da Saúde em parceria com a Organização Mundial de Saúde (OMS), visando conscientizar a população sobre a doença.

De acordo com o Ministério da Saúde, estima-se que cerca de 50% das pessoas com diabetes não têm conhecimento da sua condição crônica, destacando a importância de exames de rotina para um diagnóstico precoce e tratamento adequado.

A diabetes é considerada uma doença silenciosa, causada pela falta ou má absorção de insulina, um hormônio responsável pelo aproveitamento da glicose como energia para o corpo. Ela provoca diversas alterações no funcionamento do organismo e, em casos extremos, pode levar à morte.

Felizmente, o diabetes tem tratamento cada vez mais sofisticado e eficiente. Uma das abordagens mais recentes é o teste genético, que utiliza informações do DNA para fornecer diagnósticos e ajudar na prevenção. No entanto, esse teste ainda não está disponível na rede pública e pode custar até R$ 900. Realizado através de uma amostra de sangue ou raspagem da parte interna da bochecha, o teste genético pode identificar a predisposição à doença, auxiliando as pessoas na adoção de hábitos saudáveis.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Segundo o médico Ricardo Di Lazzaro, especialista em genética, estudos internos mostraram que 70% das pessoas que realizam o teste genético para avaliar a predisposição ao diabetes acabam mudando seus hábitos de vida. Um exemplo é a psicóloga Marinalva Fagundes, que possui histórico familiar da doença. Após realizar o teste genético e descobrir um alto grau de risco, ela adotou uma dieta especial sem gordura e passou a se alimentar de frutas, o que transformou sua vida.

No Brasil, também está sendo discutido o uso da inteligência artificial para administração da insulina por meio de dispositivos móveis. No último fim de semana, médicos e pacientes se reuniram em um hotel em São Paulo para compartilhar experiências. O encontro foi especialmente importante para pacientes com diabetes tipo 1, que utilizam bombas de infusão de insulina, permitindo que pudessem esclarecer suas dúvidas.

Essas inovações e avanços no tratamento do diabetes trazem esperança para milhões de pessoas afetadas pela doença no Brasil. É fundamental que a conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce, do tratamento adequado e da adoção de hábitos saudáveis continue a crescer, a fim de reduzir a incidência e o impacto do diabetes na população.

Fonte: SBT News

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Política

Segundo o advogado Fabio Wajngarten, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi internado nesta quarta-feira (28) em São Paulo para a realização de exames laboratoriais...

Saúde

A vacinação contra a dengue continua em Natal (RN) e a partir desta quarta-feira (28) e entra em nova fase. Segundo a Prefeitura, mais...

Saúde

O humorista Pedro Manso revelou em uma publicação nas suas redes sociais, nesta segunda-feira (26), que está com demência. A doença afeta ao menos 1,76 milhão de brasileiros com...

Saúde

Com o registro de 184 mortes pela dengue no Brasil, de acordo com dados atualizados do Ministério da Saúde, a arbovirose é uma doença endêmica em várias...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO