Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Educação

Alunas do IFRN conquistam medalha em Olimpíada Brasileira de Astronomia

Foto: Divulgação

O Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN) conquistou medalha de bronze na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) de 2023. A disputa aconteceu de 28 a 31 de agosto, na cidade de Barra do Piraí, no Rio de Janeiro.

A equipe, formada por alunas do Campus Lajes, é composta por Geovanna Gabrielle de Abreu Silva, Karolayne Fernandes de Souza e Katyane Fernandes de Souza, discentes do Curso Técnico Subsequente em Informática. O professor Robercy Alves foi responsável por acompanhar as estudantes e orientá-las na competição.

Katyane conta que participar da OBA foi uma experiência “incrível”. “Ter a oportunidade de construir e lançar foguetes de outros níveis foi de extrema importância para conhecer um pouco mais desta competição. Ver novos conteúdos sobre astronomia, conhecer novas pessoas e descobrir como participar de outras olimpíadas ajudou a querer participar nos próximos anos de níveis mais avançados e com objetivos diferentes”, revelou.

Leia também: Detran orienta como alterar dados no cadastro do Programa CNH Popular

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

A parceria entre as estudantes e o professor, entretanto, não foi firmada apenas para a disputa. O docente e as alunas integram um projeto de pesquisa relacionado ao desenvolvimento de foguetes a partir da utilização de garrafas PET. Além disso, também há envolvimento no Meninas no Espaço, projeto da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), direcionado à integração de meninas e mulheres na astronáutica e na astrofísica.

Envolvimento acadêmico
“A motivação maior foi delas”, afirma Robercy, reforçando o interesse e o envolvimento das estudantes. “[A ideia] surgiu delas. Elas nos procuraram e a gente foi estabelecendo metas, estabelecendo objetivos, estabelecendo desafios; e fomos construindo essa caminhada até a Olimpíada”, contou.

Além de esperar que a conquista traga mais recursos e oportunidades para que outros estudantes participem de disputas como a OBA, Katyane espera que o próprio IFRN possa criar suas próprias olimpíadas. A estudante estimula, ainda, a participação de alunas e alunos em competições: “é algo que irá mudar suas vidas. Você é o seu único limite”.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Esportes

O brasileiro Zion Bethonico, de 17 anos, fez história na madrugada deste sábado (20). Isso porque o catarinense conquistou para o Brasil a primeira...

Cidades

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta terça-feira (16) os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2023, revelando que 60 candidatos conquistaram...

Educação

Uma estudante identificada como Natália Ludimila Silva de Araújo, acariense de 21 anos, foi uma das seis estudantes potiguares que conquistaram a nota 1000...

Cidades

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (Proen/IFRN) publicou o edital com vagas em cursos superiores de graduação...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO