Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Brasil

Homem acaba indiciado por forjar racismo em pedido de pastelaria

Foto: Reprodução

O dono de uma pastelaria na cidade de Campo Bom, no Rio Grande do Sul, foi indiciado após forjar o caso de racismo em que ele foi a suposta vítima. Gabriel Fernandes da Cunha, dono e entregador do estabelecimento, acabou indiciado por falsa comunicação de crime.

Leia mais notícias no Portal Ponta Negra News

De acordo com a polícia, ele criou uma conta falsa no aplicativo e realizou um pedido na própria loja. No campo de observações, a ‘cliente’ teria pedido “por gentileza” que fosse enviado um “motoboy branco” para levar o pedido, pois não gosta “desse tipo de gente”.

Gabriel Fernandes chegou a registrar um boletim de ocorrência e divulgou imagens do registro do pedido nas redes sociais. A pastelaria do casal é uma franquia do restaurante Hora do Pastel.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Durante a investigação, o dono do estabelecimento acabou confessando à Polícia Civil que foi o autor do pedido com a observação racista, mas não explicou as razões, alegando motivos pessoais.

Indiciado pelo delito de falsa comunicação de crime previsto no Código Penal, o inquérito policial será remetido ao Poder Judiciário nos próximos dias.

Notícias relacionadas

Brasil

A gravação de uma briga ocorrida neste sábado gerou debates sobre racismo. Um homem negro, sangrando, enquanto foi detido no sábado (17) por policiais...

Cidades

O Fundo Brasil de Direitos Humanos vai doar R$ 1,25 milhão para 25 organizações que atuam no combate ao racismo em todo o país. A...

Polícia

Foi registrado nesse domingo (04), em um restaurante localizado no Bairro Alto de São Manoel, na Avenida Presidente Dutra, em Mossoró, um crime de...

Cidades

Gabriel Celson da Silva, 27 anos, ASG, de uma escola municipal de Natal (RN), filho de catadora de lixo, ainda comemora o tão sonhada...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO