Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Brasil

Pisa 2022: Brasil está entre os 20 piores países do mundo em matemática e ciências

Os estudantes brasileiros tiveram pontuações inferiores à média da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em matemática, leitura e ciências, segundo relatório do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) divulgado nesta terça-feira (5). Enquanto a média entre os 81 países-membros da OCDE ficou em 472 pontos em matemática, 476 em leitura e 485 em ciências, o Brasil registrou:

– 379 pontos em matemática
– 410 em leitura
– 403 em ciências

O resultado deixou o país entre os 20 piores do mundo em matemática e ciências. Em leitura, ficamos entre os 30 piores. Entre os 81 países participantes, o Brasil ocupa:

– o 65° lugar em matemática
– o 52° em leitura
– o 62° em ciências

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O que os estudantes brasileiros não sabem:

Segundo a avaliação, 3 de cada 4 alunos brasileiros (73%) não sabem resolver problemas matemáticos simples, como converter valores em uma moeda diferente ou comparar distâncias feitas em rotas alternativas. Somente 1% dos estudantes do Brasil tiveram o melhor desempenho em matemática, o que significa que atingiram o nível 5 ou 6 no teste do Pisa. A média da OCDE é de 9%.

Metade dos estudantes brasileiros ficaram abaixo do nível 2 em leitura, considerado o básico da aprendizagem pelo Pisa. Isso significa que 50% dos alunos do país não conseguem identificar a ideia principal de um texto, encontrar informações durante uma leitura de complexidade moderada ou refletir sobre o propósito de um texto lido. Tiveram pontuação acima do nível 5 apenas 2% dos alunos, que podem compreender textos longos, distinguir um fato de uma opinião e lidar com conceitos abstratos na leitura. A média dos países da OCDE é de 7%.

Em ciências, 55% dos alunos no Brasil não sabem o mínimo esperado sobre a disciplina, diz o Pisa. Esses estudantes não conseguem reconhecer, por exemplo, a explicação certa para fenômenos científicos. Só 1% dos alunos tiveram o melhor desempenho em ciências, entre o nível 5 ou 6. A média da OCDE é de 7%.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Educação

O professor Kácio Cardoso conquistou uma posição de destaque ao se tornar um dos 10 medalhistas de ouro da Olimpíada Brasileira de Professores de...

Cidades

“Na diversidade das cores, encontre a tonalidade que revela sua singularidade, transcende padrões e eleva sua confiança interior”, é o que afirma a visagista...

Política

Durante cerimônia de credenciamento do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) como instituição de ensino superior, no Rio de Janeiro, o presidente Luiz...

Educação

Um a cada cinco jovens no Brasil não estuda e nem trabalha. O número chega a 10,9 milhões, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (06)....

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO