Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Economia

Confira 7 dicas para mulheres que desejam empreender em 2024

Foto: Reprodução/Internet

O empreendedorismo feminino ocupa cada dia mais um lugar significativo no universo do Microempreendedor Individual. Segundo dados do IBGE, divulgados em junho deste ano, o Brasil tem 9,9 milhões de mulheres à frente de negócios.

Outra pesquisa, realizada pelo Instituto Mulher Rede Empreendedora, nos meses de junho e julho deste ano, apontou que 55% das mulheres abriram seus negócios por necessidade, enquanto 40% por oportunidade. E, 5% das 3.855 entrevistadas não souberam responder.

Os motivos para abrir um novo negócio são variados, vai do desejo de aumentar a renda familiar ao descontentamento com o atual emprego ou a falta dele.

Veja algumas dicas para mulheres que desejam empreender em 2024:

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

1- Escolha uma área que você se identifique

Escolher uma área na qual você tenha uma grande afinidade, ou habilidade, é um diferencial e tanto na hora de empreender. Se possível, tenha paixão pela atividade, já que você estará 100% comprometida a isto. Assim, as chances de você se manter motivada e persistir em seu negócio aumentam muito, visto que é normal surgirem desafios que você imagina.

É profundamente importante desenvolver sua inteligência emocional durante essa caminhada, pois isso ajuda você a identificar e passar mais rápido pela chamada Síndrome do Impostor. Segundo pesquisa da Universidade Dominicana da Califórnia, as mulheres são mais afetadas por essa síndrome, que as fazem se sentirem uma fraude mesmo quando alcançam reconhecimento e sucesso profissional.

Portanto, não subestime qualquer indício de fragilidade mental que você sinta, procure por ajuda psicológica e compartilhe seu momento, planos e desafios que está encontrando.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

2- Aprenda a administrar o seu tempo

Este é um dos grandes desafios do empreendedorismo feminino.

Cada mulher possui um histórico e vivência diferente. Existem aquelas que já trabalham em um emprego e querem empreender em outra área; aquelas que estão estudando e pensando no passo seguinte; as que são mães e precisam equilibrar a maternidade com a vida profissional; aquelas que estão dando o primeiro passo de independência ou também as que tentam conciliar todos estes pontos ao mesmo tempo.

E não tem problema: na verdade, não existe certo ou errado e nem fórmula correta. O importante é você ter conhecimento da sua trajetória e contexto e encontrar o apoio necessário e as ferramentas certas para lidar com ela.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Ter uma agenda que te auxilie a administrar o seu tempo, e assim manter coerência e constância nas atividades é uma das sugestões mais úteis nesse ponto.

Dica especial: você não precisa dar conta de tudo sozinha. Nem na sua empresa, nem na sua vida pessoal.

3- Construa uma rede de apoio

Puxando o gancho do tópico anterior, contar com pessoas que possam ajudar durante a jornada do empreendedorismo faz toda

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

diferença. Seja seu companheiro(a); pais, filhos e demais membros da família; amigos e colegas de trabalho, psicóloga, etc.

Delegar tarefas do seu trabalho atual ou pegar mais leve nos seus demais afazeres, incluindo as tarefas domésticas, é uma ótima alternativa, assim como dividir funções da maternidade. Muitas mulheres acabam tendo jornada dupla ou até tripla, o que acaba se tornando extremamente pesado para elas.

4- Invista na sua capacitação

Conhecimento é poder.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

É extremamente importante que você se mantenha atualizada na sua área de atuação fazendo cursos, pós-graduações ou mesmo lendo notícias. Também te aconselhamos a realizar cursos sobre gestão de negócios e liderança, pois quanto maior for sua qualificação, maiores são as chances do seu negócio dar certo. Esses ambientes são ótimos para troca de experiências também.

Além disso, aprender sobre educação financeira é essencial para pessoas que desejam empreender. Esse tipo de estudo é muito importante para que as mulheres consigam gerenciar a rotina financeira de suas empresas.

5- Faça um planejamento estratégico

Ter um planejamento estratégico é essencial para qualquer tipo de empreendedor, dos mais iniciantes aos mais experientes e para as empresas de pequeno a grande porte.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Adaptar o seu negócio conforme as mudanças culturais e econômicas do mercado vão acontecendo é desgastante e, em certo ponto, pode ser até insustentável.

Antecipe as ações e projete metas e resultados esperados. Um plano de negócios ajuda os empreendedores a administrar todo o processo de decisões que a empresa vai precisar.

Comece usando uma Análise SWOT, que faz o mapeamento dos pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças que o seu negócio tem.

6- Busque por recursos

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

A maioria das empreendedoras não inicia com dinheiro sobrando.

Se você já tem: perfeito. Caso ainda não tenha, estude quais bancos e instituições financeiras oferecem as melhores condições de financiamento. Depois disso, apresente o seu plano de negócios para eles.

Outra alternativa é contar com fintechs, que têm ajudado muitos empreendedores a alavancarem os seus pequenos negócios. É possível que o crédito que você solicitou demore um pouco para chegar.

Não desanime: comece com o que você tem e vá fazendo o necessário para que a sua jornada como empreendedora não fique estagnada.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

7- Tenha referências e faça networking

Ter referências durante o início da jornada é muito importante para você saber quais caminhos trilhar, assim como desviar de erros comuns. Ouvir mulheres que fizeram um negócio dar certo, superaram desafios parecidos com os seus, e que diariamente fazem a diferença no mundo vai te ajudar a ficar mais forte.

 

Com informações do Mais Mei

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

 

 

Notícias relacionadas

Brasil

A inflação oficial de fevereiro ficou em 0,83%, quase o dobro do mês anterior, janeiro (0,42%). Os reajustes de mensalidades escolares foram os que...

Cidades

Em um Brasil já profundamente marcado pela desigualdade de gênero, as mulheres negras, em particular, enfrentam impactos ainda mais severos. Elas se encontram sobrecarregadas...

Economia

Os dados divulgados nesta sexta-feira (1), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), afirmam que o Produto Interno Bruto (PIB), que é a...

Brasil

A taxa de desocupação referente ao trimestre finalizado em janeiro de 2024 foi de 7,6%, o que representa o patamar mais baixo para este...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO