Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Política

Atendendo a pedido de Álvaro Dias, secretário da Semurb deve deixar secretaria para disputar cargo de vereador

Foto: Reprodução/Instagram
O Secretário de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal (Semurb), Thiago Mesquita, deve deixar a pasta em março para concorrer às eleições municipais.  Em conversa com o Ponta Negra News neste sábado (10), o titular da pasta confirmou que recebeu do prefeito Álvaro Dias, o convite para representar a população natalense como vereador da Câmara Municipal.
Mesquita, que ainda não havia se vinculado a um partido político, filiou-se ao Republicanos neste sábado, colocado seu nome a disposição para disputar uma vaga na Câmara Municipal de Natal.
Titular da pasta há quatro anos, Mesquita recorda que a primeira ação ao assumir a secretaria foi “enxugar” a folha e reduzir os contratos. “Organizamos toda a Secretaria, toda parte relacionada ao funcionalismo público. Eu enxuguei a folha da Secretaria, reduzi todos os contratos. Potencializei receitas. Principalmente com o novo Plano Diretor de Natal, com outorga onerosa. Eu cheguei a Secretaria com um caixa de R$ 700 mil e chegamos no final do ano passado a R$ 14 milhões. Mostrando toda a capacidade de gestão, todo o cuidado que tivemos”, relata.
Ele destacou ainda o Plano Diretor de Natal, que não era revisado há 15 anos. “Sem dúvida alguma o Plano Diretor mais moderno do país. Com os novos instrumentos que nós colocamos, fruição pública, fachadas ativas, transferência de potencial consultiva, autólogo, direito de construir, totalmente reformulada com o novo cálculo, a forma de adensamento populacional hoje, concentração populacional, por eixo de mobilidade, nos principais eixos da cidade, por bacias de esgotamento sanitário, a parte técnico, científica, por bairros”, frisou.
“E aí nós estamos colhendo os frutos agora do novo Plano Diretor de Natal, mais de 50 alvarás emitidos pela secretaria, e isso representa R$1,5 bilhões em investimentos, né? 1 ,5 bilhões de reais em investimentos, para a iniciativa privada no município de Natal”, acrescentou.
Para além do Plano Diretor, a influência de Mesquita esteve também em uma grande reforma de leis urbanísticas. Entre elas, o Plano de Manejo do Parque da Cidade, que liberou para novas licenças, 750  hectares nas Zonas de Proteção Ambiental 1 de Natal, e regulamentação das 5 ZPAs, que ainda não haviam sido regulamentadas. “Foram criadas desde 94, não havia regras, EPA 6, 7, 8, 9 e 10, que representava quase 20% do território de Natal. Então hoje podemos também licenciar com o regramento estabelecido”, concluiu.
Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Educação

As matrículas para o ano letivo de 2024 dos estudantes novatos da Rede Municipal de Ensino de Natal irão acontecer até a próxima terça-feira...

Saúde

Crianças entre 10 e 14 anos podem receber a vacina contra a dengue neste sábado (24) nos pontos extras de vacinação localizados nos Shoppings...

Política

Imagens de câmeras de vigilância registraram o momento em que um homem tenta matar uma mulher a facadas no meio da rua na Zona...

Polícia

Um homem suspeito de financiar ataques criminosos no Rio Grande do Norte em março de 2023 foi preso pela Polícia Federal no bairro Pitimbu,...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO