Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Economia

Como evitar “sustos” na hora de parcelar uma compra? Veja dicas

Uma pesquisa do Serasa realizada em 2023 revelou que sete em cada dez brasileiros costumam parcelar compras no Brasil. O hábito pode ser bastante arriscado, segundo um especialista em educação financeira e um economista entrevistados pelo SBT News.

“Qualquer pessoa é incapaz de prever os acontecimentos de sua vida até o final do parcelamento. Em 12 meses, por exemplo, tudo pode acontecer: casamento, descasamento, nascimento de um filho e até mesmo uma pandemia”, disse Thiago Martello, especialista em educação financeira

Para o especialista, há “falsos benefícios” prometidos pelo cartão de crédito, como ter acesso mais rápido ao que você deseja. Por isso, para ele, antes de fazer uma compra parcelada é preciso levar em conta que você contraiu uma dívida e que, caso aconteça alguma eventualidade, pode comprometer as finanças pessoais.

O Banco Central, inclusive, propôs o limite de parcelamento sem juros para até 12 vezes, em outubro do ano passado. Mas uma campanha foi lançada por entidades do comércio, serviços e de direitos do consumidor para manter o cartão de crédito sem limite de parcelas.

Segundo o economista do Mackenzie Hugo Garbe, o parcelamento pode atrapalhar a vida financeira da pessoa quando não há um planejamento adequado, levando ao endividamento e à dificuldade em pagar as faturas do cartão de crédito.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

De acordo com o Serasa, em caso de não pagamento das parcelas, a pessoa terá que arcar com juros bastante elevados (de até 430% ao ano) e uma dívida crescente.

Como evitar “sustos” na hora de parcelar uma compra?

O ideal é considerar a sua entrada de dinheiro mensal, fazer uma lista de gastos fixos (água, luz, aluguel e etc) e o quanto sobrar de dinheiro, colocar como limite de cartão de crédito mensal “caso seu salário seja R$ 3 mil e você gaste R$ 2 mil com despesas fixas, logo o limite do seu cartão deve ser de mil reais. Assim, é estabelecido um teto para seus gastos”, disse Thiago.

Segundo Garbe, antes de fazer uma compra parcelada, é importante analisar o custo total da compra, incluindo juros, taxas e possíveis descontos à vista.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Parcelar a fatura do cartão é uma opção?

De acordo com o Serasa, parcelar a fatura de cartão crédito não pode ser um hábito, mas é efetiva em caso de dificuldade financeira momentânea, para “aliviar o peso de uma grande despesa de uma só vez”.

Para os dois especialistas, o cartão de crédito pode ser um importante aliado para organizar os gastos mensais, caso seja utilizado com o limite adequado.

O que fazer caso não consiga pagar fatura?

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Caso a compra tenha sido feita sem planejamento e a pessoa não tenha condições para arcar com a parcela, uma alternativa para driblar os juros é negociar diretamente com o emissor do cartão, buscando um acordo de renegociação da dívida com condições mais favoráveis, segundo Hugo. Outra opção é buscar um empréstimo pessoal com taxas de juros mais baixas para quitar o valor devido.

Existe benefício em comprar pelo cartão?

Sim, no entanto, não deve ser considerado como prioridade na hora de parcelar. Para o economista do Mackenzie, os benefícios podem incluir conveniência (de concentrar todos os gastos no cartão e ter até 40 dias para pagar, por exemplo), acumulação de pontos em programas e possíveis vantagens oferecidas pelo emissor do cartão.

No entanto, Mortello alerta que não é recomendado, por exemplo, utilizar dois cartões de crédito, com um deles sendo utilizado para pagar a fatura, com intuito de fazer pontuação de cartão. O ato pode gerar endividamento.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Economia

Muitos trabalhadores se questionam se é possível comprovar o tempo de trabalho oferecido em uma empresa na qual são colaboradores, mesmo sem ter a...

Economia

A Secretaria de Tributação (SEMUT) de Prefeitura de Parnamirim prorrogou até o dia 29 de maio, o Programa de Recuperação Fiscal (REFIS), que oferece...

Economia

Em fevereiro deste ano, o volume de vendas do comércio varejista registrou um aumento de 1% em relação ao mês anterior, marcando a segunda...

Economia

O etanol foi o combustível com maior aumento de preço registrado em Natal no mês de abril, de acordo pesquisa feita pelo instituto Municipal...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO