Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cidades

Cai a exigência do passaporte vacinal na Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Foto: UFRN/Divulgação

A exigência do passaporte vacinal contra a covid-19 está suspensa na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Em decisão inédita no Brasil, o Tribunal Federal dal 5ª Região (TRF-5) acatou em caráter de liminar, a ação popular representada pelo advogado André Santana, que assegura aos servidores públicos e estudantes da UFRN o ingresso aos locais de estudo e de trabalho sem a necessidade de comprovar a vacinação.

Através de ofício as Pro-reitorias de Graduação e de Gestão da Universidade Federal do Rio Grande do Norte divulgaram nesta sexta-feira (8) o recebimento da decisão liminar suspensiva e a determinação para o cumprimento imediato e divulgação da suspensão da exigência de comprovação do esquema vacinal no âmbito da UFRN. O advogado André Santana explica que a decisão já está vigorando desde esta sexta, quando a UFRN oficialmente se pronunciou dando conhecimento da decisão judicial e do parecer da Advocacia Geral da União.

“Essa decisão representa a autonomia da magistratura, o respeito pela dignidade da pessoa humana e pela constituição do país, engrandece a representação popular e da advocacia como atividade essencial para realizar a justiça. Além disso, é um precedente que resguarda direitos humanos e em sede de um Tribunal Federal as ações em curso poderão se apoiar nela para esperar o mesmo resultado que os 19 mil servidores e estudantes da UFRN obtiveram com esta ação”, destaca o especialista.

Confusão por uso de máscara em sala

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O ofício da UFRN não cita os protocolos sobre o uso de máscaras de proteção facial nas dependências da instituição. Na última quinta-feira (7), um professor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) se recusou a dar aula após um aluno entrar em sala de aula sem usar máscara. A confusão aconteceu durante uma aula no Departamento de Comunicação Social (Decom).

A assessoria de comunicação da UFRN, em nota enviada à imprensa na sexta-feira (8), esclareceu sobre os protocolos de biossegurança da universidade.

“O Supremo Tribunal Federal reconheceu que as universidades federais têm autonomia para decidir sobre medidas a serem adotadas para as atividades presenciais. O Protocolo de Biossegurança da UFRN, que está na terceira versão, prevê o uso de máscaras e passaporte vacinal. Logo que foi publicado o decreto do Governo do Estado do RN, que faculta o uso de máscaras de proteção facial, o Comitê COVID-19 da UFRN foi consultado. Uma nova atualização do Protocolo dependerá de posicionamento do Comitê”.

A reportagem do portal Ponta Negra News entrou em contato com a assessoria de comunicação da UFRN neste sábado (9), eles informaram que a instituição irá se pronunciar sobre a nova decisão da suspensão de exigência do passaporte vacinal em breve.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Marline Negreiros – Portal Ponta Negra News

Notícias relacionadas

Saúde

Desde janeiro de 2024, a vacina contra a covid-19 integra o Programa Nacional de Imunizações (PNI). A recomendação do Ministério da Saúde é que...

Saúde

A UFRN está em busca de voluntárias para participar de uma pesquisa que visa verificar a preferência de mulheres com fibromialgia em diferentes tipos...

Educação

Os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), sindicalizados ao ADURN-Sindicato, irão se reunir na próxima segunda-feira (17) para debater os...

Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) Natal iniciou nesta segunda-feira (3), a vacinação contra a Covid-19 com o novo imunizante atualizado com a variante...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO