Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Política

Lei de Improbidade: entenda o que está em julgamento no STF

Foto: Carlos Moura/SCO/STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) entra nesta 5ª feira (4.ago) no segundo dia de julgamento do processo que vai definir a regra geral para ações de improbidade administrativa no Brasil e as novas regras inseridas na lei, em 2021.

O caso em julgamento é da ex-procuradora do INSS Rosmery Córdova, do interior do Paraná, que em foi desligada do órgão e virou alvo de processo em 2006, por prejuízo aos cofres públicos e negligência. Mas os efeitos da decisão do STF valem como regra para outros processos similares, que envolvem retroatividade de duas novas regras da lei de improbidade.

A retroatividade dos dois itens da nova lei, sob julgamento, trata da exigência de que o Ministério Público prove que o político ou servidor tenha agido intencionalmente (de forma dolosa) no ato ímprobo e da adoção de prazo mais curto (4 anos) de prescrição para julgamento.

Se aceita, a retroatividade pode livrar milhares de agentes públicos e políticos condenados e ainda sob investigação por má conduta no cargo e que terá reflexo nas Eleições de 2022.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O julgamento foi iniciado nesta 4ª feira (4.ago), com apresentação de argumentos das partes, que defendem e são contrárias à retroatividade da lei, e foi suspenso no final da tarde. O ministro relator do caso, Alexandre de Moraes, apresentou o caso e deve retomar o julgamento nesta 5ª, a partir das 14h, com seu voto.

Novas regras

A defesa de ex-procuradora recorreu ao STF logo após o Congresso e o governo Jair Bolsonaro validarem a nova Lei de Improbidade. O advogado Francisco Zardo pediu a revisão do caso e o processo foi elevado a processo de repercussão geral pelo ministro relator, Alexandre de Moraes, após pedido da Procuradoria Geral da República (PGR).

A defesa da ré afirma que o caso prescreveu e que é preciso reconhecer a retroatividade das regras da nova Lei de Improbidade. “Diante do exposto, respeitosamente requer-se o provimento do Recurso Extraordinário, para reconhecer a prescrição da ação de ressarcimento movida contra Rosmery Terezinha Córdova.”

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Fonte: SBT News

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Notícias relacionadas

Brasil

Por: SBT News O preço médio da venda de diesel “A” da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 5,41 para R$ 5,19 por...

Economia

Na passagem de maio para junho, o setor de serviços cresceu 0,7%, registrando a segunda alta seguida e acumulando ganhos de 2,2% desde março,...

Brasil

Por: SBT News O Supremo Tribunal Federal formou maioria, nesta quarta-feira (10), para aprovar uma proposta de reajuste salarial de 18% à magistratura, servidores...

Brasil

Foi aprovado pelo Senado nesta quarta-feira (10) um projeto (PLS 431/2018) que prevê que o saldo não utilizado das franquias de serviços de telefonia,...

Publicidade

Copyright © 2021 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO