Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cidades

Réu por furto milionário a Carlinhos Maia pega 8 anos de prisão

Foto: Reprodução

A Justiça de Alagoas condenou Eliábio Custódio Nepomuceno a 8 anos e oito meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, por ter invadido o apartamento do influenciador digital alagoano Carlinhos Maia e ter furtado um relógio e um colar de diamantes avaliados em R$ 2,5 milhões. O crime ocorreu na madrugada do dia 29 de maio de 2022.

As investigações foram realizadas por uma comissão de delegados, presidida por Lucimério Campos, que apontou o acusado como responsável por invadir o edifício e arrombar o cofre de valores de Carlinhos Maia, rompendo a fechadura automática.

Ainda de acordo com a denúncia, Eliábio monitorou a vida pessoal de Carlinhos Maia por meio das redes sociais. Após se certificar de que o penedense não estava no imóvel, nem a sua família, ele escalou o muro do lado direito do prédio, observou que a movimentação no apartamento estava vazio e furtou os pertences, enquanto um dos comparsas vigiava. Toda a ação foi realizada por ele e mais duas pessoas identificadas como “Cadu” e “Buiú”.

Segundo a denúncia do Ministério Público de Alagoas, o acusado teria arrombado uma segunda porta dentro do apartamento, a qual possuía reforço de segurança e impedia a entrada ao closet, e em seu interior estava o cofre pessoal da vítima, também furtado. Após a ação delitiva, o réu e seus comparsas teriam fugido em direção à Campina Grande.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Em depoimento, Eliábio confessou que cometeu o crime e explanou que seu comparsa “Cadu” fora quem teve acesso ao sistema de monitoramento de câmera do local dos fatos e o estudou, constatando sua fragilidade.

Ele teria avaliado também que a câmera de segurança do condomínio estava desligada por falha na segurança do prédio.

Eliábio teria verificado ainda, quando ele e seu comparsa passaram pelas escadas do edifício, que as câmeras estavam desligadas e só tinha uma delas virada para fechadura, de forma que eles a viraram e arrombaram a fechadura eletrônica da porta. Segundo ele, a porta do quarto teve que ser forçada um pouco mais.

O suspeito Buiú teria ficado no carro para dar cobertura na fuga. O suspeito foi identificado através do veículo que trafegavam, rondando a vizinhança. O carro foi detectado por meio de câmeras de videomonitoramento e foi achado semanas depois em uma oficina de Campina Grande, na Paraíba.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O colar de diamantes, de R$ 1,5 milhão, e o relógio de R$ 1 milhão foram recuperados pela polícia após Eliábio indicar onde havia deixado os objetos. O colar, segundo Carlinhos Maia, foi entregue faltando três pedras de diamantes.

Os materiais estavam enterrados em um terreno na cidade de Campina Grande, na Paraíba, onde o réu foi preso.

Eliábio foi condenado por furto qualificado, com o agravante de ter sido praticado no período da noite, por volta das 00h00. A decisão pela condenação é do juiz José Eduardo Nobre, proferida nessa quarta-feira (7).

*Com informações do Jornal Correio do Povo Alagoano

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Polícia

Um homem de 35 anos suspeito de tentiva de homicídio no Rio Grande do Norte foi preso dentro de academia em shopping de João...

Polícia

Um homem de 27 anos, foi preso nesta quarta-feira (10) pelos crimes de latrocínio e homicídio. A prisão aconteceu no município de Acari, região...

Polícia

Diogo Alexandre da Silva, pai de um bebê recém-nascido que morreu na madrugada desta segunda-feira (8), em Arez, foi preso por violência doméstica, mas...

Polícia

Um homem de 33 anos foi foi preso pelo crime de estupro de vulnerável nesta nesta segunda-feira (08), no distrito de Riachão, Zona Rural...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO