Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Brasil

STF mantém multa de R$ 20 mil a Bolsonaro por reunião com embaixadores

Fonte: ABr

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou dois recursos apresentados pelo ex-presidente Jair Bolsonaro e pelo PL contra decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que aplicou multa de R$ 20 mil por propaganda eleitoral irregular antecipada nas eleições de 2022. Por unanimidade, o colegiado confirmou a decisão do ministro Dias Toffoli, que já havia se pronunciado contra os recursos.

Leia as últimas notícias no portal Ponta Negra News

O caso se refere à reunião realizada por Bolsonaro na Alvorada, onde o político convidou embaixadores para falar sobre o sistema eleitoral brasileiro. O encontro ocorreu em julho, data em que a campanha eleitoral ainda não estava autorizada. Na reunião, transmitida pelo YouTube, o ex-presidente voltou a usar informações já desmentidas para lançar dúvidas sobre o sistema eleitoral, além de repetir críticas a ministros do STF.

Nos recursos apresentados, Bolsonaro e o PL alegaram que o caso não deveria ter sido analisado pela Justiça Eleitoral, uma vez que o discurso apenas demonstrava dúvidas e inquietações sobre o sistema eletrônico de votação e estaria no âmbito do exercício regular da liberdade de expressão e das prerrogativas do então chefe de Estado. Ambos afirmaram, ainda, que a conduta não seria relevante para as eleições.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

As alegações foram rejeitadas pela Segunda Turma do STF, que reforçou que Bolsonaro divulgou fatos “sabidamente inverídicos e descontextualizados” sobre o processo de votação e apuração de votos, representando conduta relevante no âmbito do Direito Eleitoral. O colegiado também afirmou que a decisão do TSE fundamentou-se em normas infraconstitucionais, o que inviabiliza a tramitação do recurso.

*Com informações do SBT News

Notícias relacionadas

Brasil

Foi anexado ao inquérito das milícias digitais uma declaração do X Brasil (atual denominação do Twitter Brasil) de que a empresa nos Estados Unidos enviou ao Congresso norte-americano as decisões do...

Brasil

Abordagem policial e a revista pessoal motivadas por raça, sexo, orientação sexual, cor da pele ou aparência física são ilegais. O Supremo Tribunal Federal...

Cidades

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou, nesta sexta-feira (12), maioria de votos para ampliar o alcance do foro privilegiado. O presidente da Corte, ministro...

Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) definiu, nesta quinta-feira (11), que o poder público deve ser responsável pela morte ou ferimentos de vítimas de bala...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO