Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Cidades

Governo apresenta projeto do Hospital Metropolitano do RN

Foto: Imagens Ilustrativas/SIN/RN

Planejado para ser a principal unidade da rede pública do Rio Grande do Norte, o projeto do novo Hospital Metropolitano foi apresentado, junto com o terreno em Parnamirim que o Governo do Estado escolheu para a instalação, neste sábado (6). O ministro-chefe das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, que visita o Estado, assegurou os recursos para o novo hospital, que está incluso entre as prioridades do Novo Plano de Aceleração do Crescimento (PAC).

O novo Hospital Metropolitano terá mais de 350 leitos, entre UTIs, enfermarias e observações, com foco na ortopedia e neurologia, ampliando a capacidade de atendimento que hoje é centrada no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, aberto no início dos anos 1970. Em comparação, o novo hospital terá mais 100 leitos do que a atual capacidade instalada no Walfredo Gurgel, além de ainda ter possibilidade de expansão.

“Quando estive no Ministério da Saúde, em 2011, lançamos o programa SOS Emergências e o Walfredo Gurgel foi um dos primeiros a participar. O hospital tem quase minha a idade, só seis meses mais velho, não tem mais como dar conta. Por isso temos que saudar a visão e a sensibilidade da governadora pela luta para incluir o hospital no PAC, porque investir em saúde também é desenvolvimento. Os 260 milhões estão garantidos e vamos também dispor de recursos para equipar e custear”, comentou o ministro Alexandre Padilha.

Os projetos do Hospital Metropolitano já estão sendo avaliados pelos órgãos que são responsáveis pelos licenciamentos. O próximo passo será lançar o edital da obra e iniciar os serviços, planejados para serem finalizados em novembro de 2026. “Hoje é um momento que marca o início da realização do sonho que é a construção desse hospital. Em breve teremos outra realidade de infraestrutura, serviços ofertados e atendimento à população para casos de alta complexidade”, completou a secretária de Estado da Saúde Pública (Sesap), Lyane Ramalho.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

A capacidade planejada pela Sesap é de que o hospital receba a demanda de traumas ortopédicos e acidente vascular cerebral, contando com dois tomógrafos, ressonância magnética e hemodinâmica além de um extenso centro cirúrgico com 16 salas, encerrando a dependência da saúde do estado com diversos hospitais privados e o Universitário Onofre Lopes.

 

Notícias relacionadas

Saúde

“Minha dor está sendo a alegria de alguém e isso para mim não tem preço”. Essas foram as palavras de Rosemery Souza, mãe de...

Educação

O Governo do Estado realiza nesta sexta-feira (24), o lançamento do Programa de Alfabetização do Rio Grande do Norte, o Pró-Alfa RN. A iniciativa...

Cidades

As lagoas de captação e estações elevatórias de Natal estão recebendo serviços e novas obras. Segundo a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra), o destaque...

Brasil

Após passar por uma nova cirurgia, o ator Tony Ramos, de 75 anos, apresenta “melhora” na evolução do quadro clínico, de acordo com o...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO