Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Educação

Proposta rejeitada: servidores técnico-administrativos da UFRN decidem manter greve

Foto: Divulgação/SintestRN

Os servidores técnico-administrativos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) se reuniram em assembleia geral de greve, nesta quarta-feira (12) para debater a nova proposta do governo que foi apresentada durante a 6ª reunião da Mesa Específica e Temporária de Negociação do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) que aconteceu na segunda-feira (11) com as representações sindicais dos servidores técnico-administrativos em educação (TAEs), em Brasília.

Leia também:
Hospital do Seridó poderá se transformar em Centro Universitário. Entenda 

Reunidos em assembleia geral de greve, nesta quarta-feira, 12/06, os servidores técnico-administrativos da UFRN apreciaram a nova proposta do governo que foi apresentada durante a 6ª reunião da Mesa Específica e Temporária de Negociação do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) que aconteceu na tarde de ontem, 11/06, com as representações sindicais dos servidores técnico-administrativos em educação (TAEs), em Brasília-DF.

A mesa da assembleia foi composta por Aparecida Dantas, Coordenadora Geral do SINTEST-RN, Sandro Pimentel, Coordenador da FASUBRA e Felipe Tavares, membro do Comando Local de Greve da UFRN. Sandro apresentou a nova proposta do governo, mostrando o impacto na tabela do PCCTA e em seguida foram abertas as inscrições para que os colegas pudessem fazer suas avaliações.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

O governo apresentou cinco propostas, sendo todas elas recusadas.

Veja as propostas:

1. Aumento dos Steps por Etapas:
– Janeiro de 2025: 4,0%
– Abril de 2026: 4,1%

2. Progressão por Mérito:
– Redução do intervalo de 18 para 12 meses.
– Aceleração da progressão a cada cinco anos.
– Tempo total para atingir o topo da carreira: 15 anos.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

3. Saberes e Competências (RSC):
– Criação de um Grupo de Trabalho no MEC.

4. Reajustes Gerais:
– Em 2025: 9%
– Em 2026: 5%

5. Reestruturação Salarial em 2025:
– E: piso de 14,5% e teto de 16,8%.
– D: piso de 19,3% (61% do piso da classe E) e teto de 21,4%.
– C: piso de 23% (50% do piso da classe E) e teto de 25,1%.
– B: piso de 19,1% (40% do piso da classe E) e teto de 21,2%.
– A: piso de 29,8% (36% do piso da classe E) e teto de 32,1%.

A decisão pela manutenção da greve foi unânime.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

A assembleia também aprovou uma Nota de apoio à desfiliação do PROIFES pelo Adurn-Sindicato. Na segunda-feira (17), os docentes da UFRN deverão se reunir para aprovar a desfiliação do PROIFES pelo Adurn Sindicato.

A greve dos técnico-administrativos da UFRN completou 94 dias, desde a sua deflagração no dia 11 de março, e por unanimidade a categoria aprovou a continuidade da paralisação e uma nova assembleia para a próxima quarta-feira (19).

Notícias relacionadas

Brasil

Os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) entraram em greve por tempo indeterminado nesta terça-feira (16). A paralisação foi decidida no último...

Educação

O Ministério da Educação anunciou a prorrogação do prazo final para as convocações da lista de espera do processo seletivo de vagas remanescentes do...

Educação

O Governo do RN lançou, nesta segunda-feira (15), por meio da Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC),...

Educação

A Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira (9) projeto de lei que muda alguns pontos da reforma do ensino médio (Lei 13.415/17) com o...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO