Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Brasil

RN registrou 35 crianças desaparecidas em 2022, de acordo com Ministério da Justiça

Foto: Tânia Rego/ABr

O Rio Grande do Norte registrou 35 crianças desaparecidas em 2022, segundo dados do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) divulgados nesta terça-feira (18). De acordo com o levantamento, no Brasil 2.169 crianças desapareceram em 2022.

No RN, das 35 crianças desaparecidas, 17 eram meninas e 17 meninos. Do total de desaparecidos no estado, 6 foram localizados, segundo o relatório.

O principal objetivo do estudo “é compreender a fundo os padrões, causas e áreas de maior incidência dos desaparecimentos de crianças”. “A partir disso, será possível elaborar estratégias mais específicas e eficazes para prevenir que mais casos aconteçam”, explicou a pasta.

A região Sudeste foi a que apresentou maior índice, com 37,39%. Em seguida, vêm regiões Sul (23,88%), Nordeste (17,15%), Centro-Oeste (15,63%) e Norte (5,94%). Do total de desaparecimentos, meninos representam 55,5%.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Segundo dados do MJSP, cerca de 20 mil pessoas com até 17 anos desaparecem anualmente no Brasil, sendo que aproximadamente 12 mil são encontradas todos os anos.

Pessoa desaparecida

Com base na Lei n° 23.675 de 2019, uma pessoa desaparecida é aquela “cujo paradeiro é desconhecido, não importando a causa de seu desaparecimento, até que sua recuperação e identificação tenham sido confirmadas por vias físicas ou científicas”. Uma pessoa pode ser considerada desaparecida após uma quebra repentina em sua rotina.

Como notificar um desaparecimento?

Assim que uma criança ou adolescente desaparece, o primeiro passo é reunir informações, documentos e fotos para registrar um Boletim de Ocorrência (BO) na Polícia Civil. As informações necessárias incluem:

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Uma foto recente e em bom estado da pessoa desaparecida;
Características físicas como altura, cor da pele, idade, peso, tipo de cabelo, cor dos olhos, etc;
Descrição das roupas e pertences que estavam sendo usados pela pessoa desaparecida;
Informações sobre a rotina, estado emocional ou condições físicas da pessoa;
Dados do celular, como nota fiscal para rastrear o Imei (Identificação Internacional de Equipamento Móvel), que é uma sequência única de 15 dígitos;
Informações sobre as redes sociais da pessoa desaparecida;
Descrição do contexto do desaparecimento.

Após reunir essas informações, é importante ligar para o número de emergência da Polícia Militar, o 190. Ao registrar o boletim de ocorrência, a delegacia informará sobre os próximos passos, opções de busca e recursos de apoio disponíveis.

É essencial considerar a coleta de amostras de DNA de objetos do desaparecido ou de familiares para ajudar nas buscas. Se a criança for encontrada, é crucial comunicar imediatamente às autoridades policiais.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Brasil

A Secretaria de Defesa do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça e Segurança Pública comunicou nesta sexta-feira (19) que vai fazer um mapeamento dos...

Internacional

Um militar da reserva é o principal suspeito pelo desaparecimento de um menino de cinco anos na Argentina. A polícia acredita que a criança...

Brasil

O ministro da Justiça e da Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, informou que órgão empenhou R$ 37 milhões para a construção de uma muralha na...

Cidades

O Ministério da Justiça publicou nesta sexta-feira (16) uma portaria para estender o período de suspensão dos banhos de sol, visitas sociais e atividades...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO