Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Economia

Preço da espiga de milho em Natal tem redução R$ 0,10 com relação ao ano anterior

Foto: Alessandro Marques/Procon Natal

O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon de Natal) realizou uma pesquisa de preços de milho verde no mês de junho, revelando uma redução significativa nos preços deste produto em comparação ao ano anterior. Em 2024, o preço médio da espiga de milho foi de R$ 0,80, enquanto em 2023 era de R$ 0,90, representando uma diminuição de R$ 0,10 no preço da espiga de milho este ano.

Leia também:
IFRN: inscrições para ProITEC 2024 terminam quinta-feira (27)

A pesquisa do Procon Natal, realizada entre os dias 10 a 21 de junho, abrangeu feiras tradicionais da cidade, como Santa Catarina, Igapó, Panorama, Carrasco e Rocas, onde o preço médio da espiga foi de R$ 0,80, no entanto o maior preço das feiras foi R$ 1,25 e o menor R$ 0,60, na primeira semana da pesquisa. Nos pontos tradicionais de venda, o preço médio variou de R$ 1,50 na primeira semana para R$ 0,80. Foi observado que na segunda semana, os preços decaem devido ao aumento na oferta deste produto.

Nos estabelecimentos comerciais, incluindo hipermercados, supermercados e atacarejos, o milho verde é vendido em bandejas com cinco unidades. O preço médio na primeira semana foi de R$ 7,46, e observou-se uma subida para R$ 7,79 na segunda semana. Em 2023, o preço médio da bandeja era de R$ 8,15.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Para a mão de milho (50 unidades), o preço médio em 2024 foi de R$ 40,00, comparado a R$ 41,25 em 2023, uma redução de 6,25%. Nas feiras livres, o preço médio foi de R$ 40,00, ou seja, mantiveram-se inalterados na comparação entre os dois anos pesquisados. Nos pontos de venda, a mão de milho teve um preço médio de R$ 40,00 em 2024, comparado a R$ 42,50 em 2023, houve uma redução de R$ 2,50 no preço médio.

Os comerciantes informaram que o milho verde comercializado em Natal vem das regiões oeste e seridó do estado. O aumento na oferta de milho na segunda semana de junho é atribuído a mais pontos de venda e a feira do milho que acontece até a primeira semana de julho. Em vista disso, o consumidor deverá encontrar preços mais atrativos próximo da data dos festejos juninos na capital.

O Procon Natal aconselha os consumidores a ficarem atentos às variações de preços, com a espiga de milho variando de R$ 0,80 a R$ 1,50, e a mão de milho variando até R$ 60,00 na Avenida das Alagoas e de R$ 50,00 nas feiras livres pesquisadas da capital. Para evitar preços altos, é recomendável antecipar a compra antes dos festejos juninos, quando a demanda aumenta.

 

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Economia

O Procon Natal realizou duas pesquisas sobre preços de combustíveis na capital. A primeira, em 8 de julho, revelou um aumento de R$ 0,19...

Economia

A Caixa Econômica Federal divulgou o calendário do Bolsa Família referente ao mês de julho. Como de costume, as parcelas, no valor médio de R$ 680, serão...

Cidades

A Caixa Econômica Federal realizou o sorteio 2.748 da Mega-Sena na noite deste sábado (13), que tem prêmio acumulado de R$ 15 milhões para...

Cidades

O Sebrae anunciou a abertura das inscrições para o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2024 (PSMN), que tem como objetivo reconhecer e celebrar o...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO