Conecte com a gente

Olá, o que você está procurando?

Brasil

Chuvas no Rio deixam ao menos 9 pessoas mortas e 12 desaparecidas

Foto: Bruno Soares/Estadão Conteúdo

No litoral do estado fluminense, as fortes chuvas que atingiram a região desde a última 5ª feira (31.mar) deixaram nove pessoas mortas e 12 desaparecidas — além de 64 desalojadas entre os municípios de Angra dos Reis, Paraty, Mesquita e Saquarema.

Foto: Divulgação/SecCom Andra dos Reis (RJ)

Segundo confirmação do Corpo de Bombeiros ao SBT News, um dos óbitos registrados em Angra dos Reis foi de uma criança. A idade e outras identificações sobre a vítima ainda não foram confirmadas. Outras cinco vítimas foram resgatadas com vida até as 10h30 deste sábado.

Nas últimas 48 horas, Angra dos Reis atingiu o volume equivalente a 655 mm no continente, e 592 mm na Ilha Grande. O volume das chuvas é uma marca inédita no município.

A Defesa Civil informou que as 28 sirenes do sistema de alerta — distribuídas em 20 blocos, em torno das áreas de risco –, soaram durante a madrugada, para alertar moradores sobre a possibilidade de deslizamentos e alagamentos.

Em Mesquita, na baixada, o óbito computado foi de Daniel Ribeiro, eletrocutado em um poste enquanto tentava ajudar outra pessoa. Segundo a Defesa Civil, Daniel tinha 38 anos.

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

A Prefeitura de Paraty, através do gabinete de emergência da Defesa Civil, segue monitorando as chuvas na cidade. As vítimas do desastre foram acolhidas na escola municipal Pequenina Calixto, no centro da cidade, na sede do Detran, no Condado, e na Associação Cairuçu, no Patrimônio.

Foi registrada uma ocorrência de deslizamento de terra sobre casas no bairro Ponta Negra, na região costeira de Paraty. “Uma base de resgate foi montada dentro do Condomínio Laranjeiras para socorrer eventuais vítimas com lanchas de resgate já que o acesso à Ponta Negra só pode ser feito por barco”, informou a Defesa.

Em relação às estradas, todas as barreiras na Rio-Santos foram removidas ou parcialmente removidas, com exceção do km 592, onde o tráfego flui por desvio por via municipal. Na estrada Paraty-Cunha, o fluxo segue normal, mas há risco de queda de galhos e árvores.

Por: SBT News

Anúncio. Rolar para continuar lendo.

Notícias relacionadas

Cidades

Uma mulher de 46 anos morreu em Muriaé, na Zona da Mata mineira, após cair de uma bicicleta e ser atropelada por um caminhão....

Brasil

A polícia do Rio de Janeiro, investiga a morte de Kaleb da Cruz Lisboa, de 2 anos. A criança morreu na quarta-feira (17) após...

Cidades

Uma tragédia ocorreu na cidade de Pedro Leopoldo, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na última segunda-feira (15), quando a explosão de um aspirador...

Brasil

A família de um menino de cinco anos denunciou que uma agulha foi esquecida no corpo da criança, após tomar uma injeção para febre,...

Publicidade

Copyright © 2022 TV Ponta Negra.
Desenvolvido por Pixel Project.

X
AO VIVO